Foto: Divulgação

Entre 1998 a 2001, Boca Juniors e Palmeiras se encontraram em três oportunidades em torneios continentais. Foram dois duelos pela Libertadores da América vencidos pelo time Xeneize e um triunfo do Verdão na Copa Mercosul.

Leia Mais: Rafael Carioca faz um dos gols na estreia vitoriosa do Tigres na Liga MX
Jorge Wilstermann vence Bolívar e assume ponta isolada do Clausura bolivano

Na época, o Verdão que vivia a reta final da parceria com a Parmalat, deu de cara com o ressurgimento do Boca no continente sul-americano e ambos protagonizaram duelos épicos, que ficaram marcados na história dos clubes.

Lenda Xeneize e integrante do time que encarou o Verdão, o ex-zagueiro Jorge Bermúdez participou do programa ‘Resenha ESPN’, da ESPN Brasil e ao ser questionado sobre o rival mais temido por um dos maiores times do Boca, não teve dúvida na resposta.

“O Palmeiras era muito temido por nós. Nós disputamos grandes partidas naquela época. Em algumas partidas o Palmeiras jogava até melhor, mas conseguíamos a vitória devido a nossa mentalidade vencedora, que conseguia suportar a pressão”, afirmou.

Até mesmo sobre a inesquecível final de 2000, Bermúdez, que bateu o pênalti que carimbou o título continental, revelou uma conversa que teve com Óscar Córdoba na véspera da partida.

“Eu me concentrava com o Córdoba e ele me disse que se a partida fosse para os pênaltis ele iria defender dois. Estava muito confiante. Entrei no embalo dele e afirmei que, se preciso, eu iria marcar o do título e foi o que aconteceu”, relembrou o ‘El Patrón’.