SHARE
Racing-Libertad-Copa-Sul-Americana-Futebol-Latino-01-11
Foto: Arte Futebol Latino

*Alex Dias de Souza

Nesta quarta-feira, no estádio Presidente Péron, o Libertad conseguiu um resultado importante e avançou na Copa Sul-Americana, ao eliminar o Racing. No jogo de ida, o Libertad havia vencido por 1 a 0 em Assunção. Graças a essa vantagem, os paraguaios avançaram à semifinal com o empate por 0 a 0, já que os argentinos precisavam vencer por dois gols de diferença ou também vencer por 1 a 0 para ao menos levar a decisão para os pênaltis.

Com o resultado, o Libertad espera o vencedor entre Nacional-PAR e Independiente. No jogo de ida, o Rojo bateu os paraguaios por 4 a 1 em Assunção e praticamente asseguraram a vaga à semifinal.

O jogo

Mesmo com a vantagem, o Libertad tomou iniciativa. Logo no primeiro minuto, Medina recebeu pela esquerda, tentou finalizar, mas Musso se antecipou e ficou com a bola.

Os donos da casa responderam com Lisandro López, que recuperou a bola na direita ao acreditar na jogada, cruzou na linha de fundo e obrigou Muñoz a mandar para escanteio.

Aos 18, Lisandro López mais uma vez levou perigo, ao receber pela direita. Em boas condições, o atacante chutou cruzado e viu Muñoz fazer outra boa defesa.

E a pressão continuava. Outro lance perigoso aconteceu quando Ibarguen fez excelente jogada pela esquerda, puxou para a perna direita, e mandou a bola no gol, para tirar tinta da trave e assustar o goleiro Muñoz, que já estava batido na jogada.

No final do primeiro tempo, para se livrar da pressão, os paraguaios foram ao ataque e quase marcaram. Na jogada, o Libertad saiu em velocidade pela direita, Bareiro partiu pra cima de Arévalo Ríos com uma bela pedalada e encheu o pé. Na sequência a bola passou muito perto da trave direita do goleiro Musso e foi para fora.

Segundo tempo

Na segunda etapa, o jogo começou mais calmo. Mas assim como na primeira etapa, quem tomou a iniciativa foram os visitantes. Aos 9, Medina cobrou falta da esquerda, e viu Paulo da Silva subir bem e cabeceiar a bola próximo a trave esquerda de Musso com muito perigo.

O Racing respondeu com Cuadra, que fez boa jogada pela esquerda, abriu espaço para cruzar, Lisandro López se antecipar e tentar de calcanhar, na sequência a bola foi para fora do gol de Muñoz.

Aos 14, Cardozo arriscou da intermediária com a perna esquerda, e mandou uma bomba para Musso espalmar para cima.

As melhores jogadas do Libertad saiam dos pés de Cardozo. Outra delas aconteceu quando ele tocou a bola para Salcedo no meio, que emendou um passe para Medina na esquerda. O meia cruzou de volta para Salcedo, livre dentro da área, que cabeceiou e mandou para fora, em um outro lance perigoso.

Aos 27 veio a jogada mais polêmica do jogo. No lance, Martínez chutou da entrada da área, a bola explodiu na trave e sobrou para Lisandro López que testou para o fundo do gol, porém, o auxiliar marcou impedimento e anulou o gol do atacante.

Nos minutos finais, o Libertad se defendeu bem, administrou a vantagem e ainda viu Lisandro López dar um lindo toque de calcanhar para o meio da área, para Martínez cara a cara com o goleiro, chutar forte,e mandar a bola na trave esquerda de Muñoz. Mesmo assim o time paraguaio segurou o resultado que garantiu a classificação à semifinal da Copa Sul-Americana.

SHARE

A redação do site pioneiro em informações detalhadas a respeito do futebol na América Latina trabalha sempre para unir qualidade e dinamismo a um conceito moderno de jornalismo esportivo.