SHARE
Lanús-Zulia-Libertadores-Futebol-Latino-18-04
Foto: Arte Futebol Latino

Sem dó, o Lanús venceu o Zulia por 5 a 0 na abertura da terceira rodada do grupo 7 e chegou a segunda vitória na competição. Os gols da equipe argentina saíram dos pés de Acosta, Sand, Denis, Alejandro e Nicolas Pasquini.

Leia Mais: Memória FL: Relembre o golaço de Messi contra o Getafe
Aderlan Santos pede foco total do Valencia na reta final do Campeonato Espanhol

O jogo

O Zulia entrou em campo com a proposta de segurar o resultado e buscar o contra-ataque, porém em 4 minutos o plano de jogo venezuelano foi pelo espaço. Após lançamento pela direita, Sand tocou de calcanhar para González, que achou Acosta na pequena área. O camisa 7 só teve o trabalho de empurrar a bola no fundo da rede e comemorar, 1 a 0.

O gol deixou o Lanús animado e fez o time argentino controlar o meio de campo. A equipe de Jorge Almirón cadenciava a posse de bola e deixava o Zulia preso no campo de defesa.

A cada minuto que passava a superioridade técnica do Lanús ficava cada vez mais nítida, porém, o time da casa parecia exagerar na soberba em alguns momentos e desperdiçava alguns contra-ataques de maneira tola.

Aos 36 minutos da primeira etapa, o Zulia chegou com perigo. A zaga argentina saiu de maneira equivocada e a bola sobrou no pé de Savarino que fuzilou, mas parou em Andrada.

Segundo Tempo

Disposto a matar o confronto logo de cara, o Lanus ampliou a vantagem no 1º minuto. A zaga do Zulia saiu errado, Gómez tocou para Sand e o camisa 9 encheu o pé, 2 a 0.

Melhor em campo, o Lanús apertava no campo de ataque e quase fez mais um com Moreno. O camisa 25 recebeu com liberdade na grande área, mas demorou muito para chutar. Na hora da finalização foi bloqueado pela zaga.

O terceiro tento do Lanús era questão de tempo e ele saiu aos 28 minutos. Em cobrança de pênalti, Germán Denis encheu o pé no meio do gol e vibrou muito, 3 a 0.

A superioridade técnica do time argentino era tão grande, que mais dois tentos saíram. O primeiro foi com Alejandro Silva, que driblou três jogadores do adversário e bateu na saída do goleiro. O Dois minutos depois Nicolás Pasquini deixou o dele, 5 a 0.