COMPARTILHAR

Figura de destaque dentro do plantel, mas vindo de lesão que o tirou do time titular no triunfo do Grêmio contra o Botafogo, o atacante Luan não fez cerimônia em comentar sobre um possível pedido ao técnico Renato Gaúcho para entrar em campo.

Leia mais: Ele de novo! Lucas Barrios faz gol e classifica o Grêmio as quartas da Libertadores
Racing empata com Corinthians e passa de fase na Sul-Americana

Logo na saída do gramado após confirmada a qualificação do time gaúcho, o jogador não se furtou de afirmar que chegou a pedir para jogar:

“É, eu pedi sim, essa é a relação que a gente tem. Falei com ele para que eu pudesse jogar a parte final do jogo, já que minha vontade era de estar em campo, poder ajudar os meus companheiros num momento como esse.”

Além dessa confissão, o atleta campeão olímpico com a Seleção no ano passado também disse ainda estar sentindo os efeitos da lesão:

“Eu estou lesionado, isso é algo que ninguém sabia, mas eu acredito em Deus e pedi para que ele Me desse condições de pelo menos jogar um pouquinho e, claro, com toda a comissão técnica e com o aval dos médicos, de tanto implorar para eles, eles deixaram e eu pude participar desse momento que nos classificou.”