Foto: Divulgação/River Plate

No Monumental de Núñez, o River Plate tentou de todas as maneiras, mas não conseguiu furar o sistema de marcação do Cruzeiro. Na melhor chance do jogo, Suárez teve a chance de marcar o seu gol nos acréscimos, mas isolou a cobrança de pênalti,

Leia Mais: Santiago ‘Morro’ García confirma a sua fama de carrasco do Palmeiras; Confira
River Plate pressiona, perde pênalti nos acréscimos e empata com o Cruzeiro

Peça que saiu do banco de reservas e protagonista por sofrer a penalidade máxima, Lucas Pratto foi indagado sobre o motivo de não ter assumido a responsabilidade no momento crucial do confronto.

“Tomei a decisão de não bater o pênalti devido ao simples fato do goleiro adversário conhecer o meu jeito de cobrar. Além disso, o Matías Suárez me disse que estava confiante e não o questionei”, afirmou o centroavante.

Com o resultado desta noite, o River Plate joga por um empate com gols ou vitória para continuar vivo na luta pelo pentacampeonato continental.