titanico-river-plate-e-boca-juniors-definem-campeao-da-libertadores-2018-Futebol-Latino-23-11
Foto: Divulgação/Conmebol

Muitos habitantes da Espanha chegaram a manifestar certo temor pela vinda a Madri do Superclássico da Argentina entre River Plate e Boca Juniors valendo a final da Copa Libertadores no próximo domingo (9). Porém, no aspecto econômico, é inegável que a movimentação para os europeus tem sido bastante lucrativa.

Leia mais: Técnico do Boca Juniors não revela a escalação e lamenta decisão fora da Argentina
Provocações de ambos os lados marcam final da MLS

Segundo o cálculo feito pela Confederação Empresarial Independente de Madri, somando a receita direta do jogo e o que foi chamado de “marcas de difusão nacional e regional”, o cálculo dá conta de pelo menos 50 milhões de euros (R$ 221,7 milhões) de lucro.

Quem também está bastante contente com a partida sul-americana a ser realizada no Santiago Bernabéu é a rede hoteleira de Madri. Graças a partida, a procura por hoteis na cidade registrou uma alta que tem variação de 8 a 10%.

Os números foram apresentados ao público pelo delegado do governo espanhol na capital do país, José Manuel Rodríguez Uribes, que também mencionou os valores de gasto calculado com a questão da segurança policial: 650 mil euros, algo próximo de R$ 3 milhões.