Foto: AFP

*Por Juliano Rangel

O Estádio Centenário será o palco do clássico entre Nacional e Peñarol, no próximo domingo (11), às 17h30, válido pelas semifinais do campeonato uruguaio. Mas, a situação do gramado vem criando uma grande polêmica e gerando críticas por parte do atacante da seleção uruguaia, Luiz Suárez, a Associação Uruguaia de Futebol (AUF).

Leia mais: Uruguai divulga lista final dos convocados com Arrascaeta e sem jogadores de Boca e River

Saiba como Marcelo Gallardo vai acompanhar a final da Libertadores

O local, que no último sábado (03) recebeu um show do cantor inglês Roger Waters, vem recebendo diversos ajustes por uma equipe da Comisión Administradora del Field Oficial (CAFO), que administra o estádio e é composta em sua diretoria por membros a AUF e da Intendência Municipal de Montevidéu.

Em um vídeo divulgado nas redes sociais, durante esses trabalhos de reparos, é possível visualizar funcionários da CAFO pintando algumas áreas do gramado com uma tinta na cor verde. Confira o vídeo:

Uma das pessoas que compartilhou o vídeo e criticou a postura adotada pela AUF, foi o atacante do Barcelona e da seleção uruguaia, Luis Suárez. Em sua conta no Twitter, o jogador não poupou críticas à entidade. “Incrível que se irá jogar as finais mais importantes de nosso futebol em um estádio assim… por favor, vamos mudar nossa imagem”, disse o atacante.

Em caso de vitória no domingo, o Peñarol já se tornará campeão uruguaio, por ser o primeiro colocado na somatória de pontos dos torneios apertura e clausura. A expectativa é de que 40 mil torcedores acompanhem o duelo.