SHARE
mais-de-50-transferencias-registradas-primeira-divisao-equador-Futebol-Latino-26-12
Foto: Reprodução/JT Deportes

Mesmo antes do fim de 2016, a preparação no que se refere a contratações nos 12 times que compõem a primeira divisão do futebol do Equador já são bem intensas e os números de transferências dão suporte a esse fato.

Leia mais: China: A casa de latinos e o futebol que está dominando o mundo
Vice-campeão do Apertura, Bolívar tem o artilheiro da competição

De acordo com as negociações que já foram confirmadas até o presente momento, já são 56 atletas que mudaram de ares dentro da própria primeira divisão equatoriana ou mesmo provenientes de outras ligas/divisões latinas.

São justamente as equipes que subiram recentemente da segunda divisão local (Macará e Clan Juvenil) além do Fuerza Amarilla (promovido na temporada de 2015 e que obteve vaga na Copa Sul-Americana do ano que vem) que fizeram o maior número de contratações.

O único clube que até agora não confirmou qualquertipo de negociação e que sequer está envolvido em algum rumor de transferência é a Universidad Católica de Quito, tendo como única alteração do plantel que, assim como o Fuerza Amarilla, estará na Sul-Americana 2017, a saída do goleiro Rodrigo Perea que foi para o Delfín.

Pelos lados do campeão Barcelona de Guaiaquil, apenas a saída do zagueiro Andersson Ordóñez para os alemães do Eintracht Frankfurt está selada, tendo inclusive o Ídolo agido rápido para trazer os zagueiros Felix Torres (vindo da Liga de Portoviejo) e Miguel Álvarez, proveniente do Manta.

Ainda não existe a definição de como será a formatação do calendário do Primera Etapa 2017, situação que deve ser solucionada pela Federação Equatoriana de Futebol (FEF) nas primeiras semanas de janeiro.