maradona-faz-criticas-a-mandato-de-gianni-infantino-na-fifa-Futebol-Latino-07-03
Foto: Rashide Frias/AFP

No dia 31 de março, o Dorados de Sinaloa derrotou o Tampico-Madero por 3 a 2, em jogo válido pelo Clausura da Liga MX e Diego Armando Maradona, comandante da equipe, aproveitou o momento de alegria para dedicar a vitória a Nicolás Maduro e ao povo venezuelano. Além disso, criticou Donal Trump, presidente dos Estados Unidos.

Leia Mais: Brasileiros como favoritos para vencer na rodada da Libertadores
Manuel Pellegrini sai em defesa do seu trabalho no West Ham

A declaração gerou muito incômodo no mundo da bola, principalmente na Federação Mexicana de Futebol, que puniu o treinador.

Em comunicado emitido na noite da última segunda-feira, a entidade resolver multar o treinador financeiramente, mas não revelou qual foi o valor.

“O técnico Diego Armando Maradona, do Dorados de Sinaloa, foi punido economicamente por infringir os artigos 7 e 11 do Código de Ética da FMF”.

Lembrando que, o artigo 7 pede que seus afiliados não se metam em questões políticas. O 11 exige que os profissionais mantenham posições imparciais em assuntos não relacionados a futebol.