SHARE
Martín-Palermo-possível-técnico-Bolívia-Futebol-Latino-31-03
Foto: Divulgação

Nesta segunda-feira, Martin Palermo, um dos maiores atacantes da América do Sul, completa 43 anos de vida. Como não poderia deixar de ser, o Boca Juniors, time em que o atacante marcou época nos anos 2000 fez uma homenagem em seu twitter para o atleta que marcou 237 gols com a camisa Xeneize.

Leia Mais: Rodrigo López vira o maior artilheiro do futebol paraguaio
Mario Balotelli já tem o seu favorito para vencer a Bola de Ouro

Palermo foi revelado pelo Estudiantes de La Plata em 1991, mas só balançou as redes pela primeira vez em sua segunda temporada como profissional. Em 1997, após brilhar no primeiro semestre foi comprado pelo Boca Juniors e assim começava a escrever sua história no time da La Bombonera.

Depois de conquistar a Libertadores de 2000, Palermo acertou sua transferência para a Espanha, onde jogou pelo Villareal, Real Betis e Alavés. Cinco anos depois, ele voltou para La Bombonera e jogou até encerrar a carreira.

Pelo Boca Juniors, o jogador venceu cinco vezes o Campeonato Argentino, duas vezes a Libertadores, duas vezes o Mundial de Clubes, duas vezes a Copa Sul-Americana e três vezes a Recopa Sul-Americana.

Apesar do currículo vitorioso, Palermo é muito lembrado pelos três pênaltis que perdeu pela seleção argentina, na Copa América de 1999, contra a Colômbia.

Veja o post do Boca Juniors no Twitter:

https://twitter.com/bocajrsoficial?lang=pt