Foto: Divulgação

Após a conturbada saída da Universidad de Chile, Mauricio Pinilla quebrou o silêncio e resolveu abrir o jogo. Em conversa com a mídia local, o ex-atacante do quadro Azul deixou claro o péssimo relacionamento com a diretoria e não descartou voltar ao clube no futuro.

Leia Mais: Com novidades, Ricardo Gareca anuncia a convocação da Seleção do Peru
Confira as possíveis escalações para clássico entre Barcelona x LDU

“Com esses diretores sem chances de conversar ou entrar em acordo. No futuro posso voltar. Jamais diria não a Universidad de Chile”.

“A diretoria soltou uma versão que abandonei o clube pelo fato de ser conveniente para eles. O torcedor sabe que nunca quis ir embora e encontraram uma forma de me mandar embora”, completou.

Relembre o Caso

Considerado um dos principais jogadores da Universidad de Chile, Mauricio Pinilla se reuniu com a diretoria em junho e renovou seu vínculo por mais duas temporadas. Porém, dias depois do acerto, o atleta recebeu uma proposta do Colón e quis mudar de ares, mas ouviu que não seria negociado.

Insatisfeito com a postura da direção, Pinilla se revoltou e não deu mais as caras na La U. O clube alegou abandono e rescindiu o contrato do atacante chileno, que busca na justiça seus direitos