COMPARTILHE
(Foto: Erbol)

*Por Rodrigo Sturaro

Aos 38 anos, o meia Wálter Flores anunciou que jogará na próxima terça-feira, diante do Paraguai pela 12ª rodada das Eliminatórias, sua última partida defendendo a seleção da Bolívia. O atleta tomou a decisão após deliberar com seus parentes e informou a escolha para a federação boliviana.

Leia mais: Estados Unidos terá desfalque importante contra a Costa Rica
Jogadores da Colômbia falam da expectativa para jogo com a Argentina

“Eu tenho 38 anos e acho que já dei tudo para a seleção. A minha ideia era dar espaço para outras gerações, mas quando o professor Hoyos chegou me fez mudar de ideia. Ele quase mudou o curso da parte final da minha carreira como jogador de futebol e eu agradeço a sua confiança. Sou muito grato aos meus colegas e as pessoas que me apoiaram durante estes 11 anos servindo a seleção boliviana”, disse o jogador do Bolívar.

Flores, que marcou apenas um gol pela seleção boliviana, listou os jogos mais marcantes da sua carreira pela seleção: “Eu nunca vou esquecer alguns jogos, como aquele 6 a 1 que fizemos aqui em La Paz contra a Argentina. Outro jogo marcante foi o empate contra o Brasil jogando lá no Rio de Janeiro”.

Em toda sua carreira Flores atuou por cinco equipes: Oruro Royal, San José, Real Potosí, The Strongest e Bolívar, todas elas de seus país. Sua passagem mais marcante é pelo Bolívar, onde atua desde 2008 e tem mais de 250 jogos disputados.