COMPARTILHAR
meia-convocado-a-selecao-revela-papo-com-lukaku-sobre-convocacao-Futebol-Latino-03-09
Foto: Divulgação/Manchester United

Na lista informada pelo técnico Tite para os amistosos contra Estados Unidos (7 de setembro) e El Salvador, no dia 11, o nome do belga com ascendência brasileira, Andreas Pereira, constava nas escolhas do treinador para grande alegria do jogador do Manchester United.

Leia mais: Peru dá início aos trabalhos para não ficar 36 anos afastado do Mundial
Mauricio Pocchetino demonstrou muita irritação com revés do Tottenham

Tendo a opção de jogar tanto pela Bélgica como pela Seleção Brasileira, o atleta de apenas 22 anos de idade disse que tentativas para que ele optasse pelo selecionado que ficou em terceiro lugar na Copa do Mundo foram feitas, inclusive, por um companheiro de clube: O centroavante Romelu Lukaku.

“Ele tentou me convencer. Falou comigo: ‘Você tem que jogar pela Bélgica.’ Ele veio falar comigo, vem falando sempre comigo. Falei para ele: ‘É difícil, Lukaku, não dá, não é igual. Jogar pela Bélgica é outra coisa. Jogar pela seleção… É o Brasil, me sinto em casa.’ Aí ele falou. ‘Se é isso mesmo, tem que seguir seu coração.’ E aí ele respeitou minha decisão”, ressaltou em entrevista ao Globo Esporte.

Além do aspecto da naturalização, Andreas não titubeou ao comentar a respeito de qual seria o seu clube do coração além de mencionar a possibilidade de, um dia, defendê-lo no futuro:

“Sou santista. Minha família inteira é santista e cresci sendo santista. Se for para jogar eu prefiro jogar no Santos, encerrar minha carreira lá. Acho que é um sonho. Tem muito jogador que fala que eu sou louco, mas eu jogaria até de graça no Santos se for preciso.”