COMPARTILHAR
raio-x-equipes-abrem-disputa-copa-libertadores-2017-Futebol-Latino-23-01
Foto: Divulgação/Conmebol

Em se tratando de uma emissora de televisão como a Rede Globo, a Copa Libertadores tem grande impacto nas audiências esportivas. Situação essa que já preocupa a empresa radicada no Rio de Janeiro em função dos planos que tem a Conmebol para a competição a partir de 2019.

Leia mais: Orçamento para reforma do Parque Central “não fecha”
Internacional acerta empréstimo de lateral ao Brasil de Pelotas

A informação vem do blog do jornalista Rodrigo Mattos, que tem coluna no portal UOL, e dá conta que a Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) tem a intenção de fazer com que as emissoras façam um “rodízio” de transmissão das partidas, tendo espaços para vários clubes.

Inicialmente, a proposta é montar os direitos para a competição continental de 2019 separada em quatro tipos, como relata Rodrigo em seu blog: “TV aberta com um jogo por quarta-feira; TV fechada com prioridade de escolha de jogos; TV fechada com segunda prioridade e um pacote de apenas um jogo por semana em dia separado.”

Com isso, grande parte das emissoras perderiam a premissa de controlar o cronograma dos jogos visando maior audiência e uma maior quantidade de clubes seria exposta em “horários nobres”, justamente a intenção da Conmebol. Além de, evidentemente, promover mais concorrência para a negociação dos direitos.

Porém, por critérios comerciais e de visibilidade, a Globo não gostou desse tipo de proposta e entende que pode até entrar na briga para seguir transmitindo a Libertadores-2019 oferecendo valores menores.

COMPARTILHAR
Formado em jornalismo no ano de 2012 pelo Centro Universitário FIAM, atuou em diversos segmentos da comunicação como editoras e sites de conteúdo esportivo. Foi editor e repórter do Universo dos Sports e hoje é, além de freelancer, editor do Futebol Latino e também colaborador do blog eMania.