tecnico-do-emelec-cobra-intensidade-da-equipe-independente-do-resultado-Futebol-Latino-12-03
Foto: Reprodução/El Universo

Em crise e seriamente ameaçado pelo rebaixamento, a Universidad de Chile demitiu o técnico Alfredo Arias. Após o empate contra o Audax Italiano, a La U voltou ao temido Z-2 e a diretoria decidiu pela saída do comandante.

Leia Mais: Time da Arábia Saudita apresenta goleiro brasileiro Victor Golas
Confira os prognósticos para o título dos oito classificados na Libertadores

A pressão interna era gigantesca. Além da falta de resultados dentro de campo, o treinador estava em conflito com as principais lideranças do elenco. A última briga foi com o goleiro e ídolo Jhonny Herrera, que perdeu a vaga no time titular e bateu-boca com o técnico via imprensa.

Com apenas cinco rodadas para encerrar a competição, a Universidad de Chile se encontra na 15ª colocação, com 14 pontos, mesmo desempenho do Antofagasta, primeiro time fora da zona de rebaixamento e adversário do próximo fim de semana.

A demissão de Arias foi uma das maneiras que a La U encontrou para tentar reanimar o elenco e evitar um rebaixamento, algo que mancharia a gigantesca história do time Azul Azul.

Enquanto não contrata um novo treinador, a diretoria anunciou que Hernán Caputto, técnico do sub-17, fica de maneira interina na equipe principal.

Desempenho Alfredo Arias

Em pouco mais de 90 dias no comando da Universidad de Chile, Alfredo Arias conquistou uma derrota, sete empates, quatro derrotas e um aproveitamento de 27,78%.