COMPARTILHE
Foto: André Nery/Agência Náutico

Após vencer mais um jogo na Série B, o Náutico luta nos bastidores para tentar resolver o problema do mando de campo no mês de outubro, já que não poderá utilizar a Arena Pernambuco por conta de eventos religiosos.

Leia Mais: Brasil de Pelotas demonstra indignação com erros da arbitragem no último jogo
Goleiro do Juventude encerra o ano sem perder do Internacional

De acordo com o vice-presidente do Timbu, Diógenes Braga, a diretoria ainda não tem um local definido para jogar e não irá tratar o assunto publicamente.

“Não vamos debater esse assunto publicamente para não gerar uma expectativa, que caso não seja concretizada venha a causar frustração. A nossa ideia é acalmar o ambiente e por isso esse assunto será tratado internamente. Só vamos nos posicionar quando houver uma definição”, destacou ao Diário de Pernambuco.

Durante a semana, o Náutico tentou alugar o estádio do Arruda, mas foi vetado pelo Santa Cruz. A diretoria não quer levar os jogos para fora do estado e deve jogar na Ilha do Retiro ou Luiz Lacerda, em Caruaru.