SHARE
Melgar-River-Plate-Libertadores-Futebol-Latino-18-05
Foto: Arte Futebol Latino

Classificado para a segunda fase, o River Plate fez mais uma vítima na Libertadores. Fora de casa, o time de Marcelo Gallardo derrotou o Melgar por 3 a 2. Com a vitória, o time argentino chegou aos 13 pontos em cinco jogos. Já o Melgar está com apenas 3 pontos e eliminado do torneio.

Leia Mais: Estudiantes devolve a derrota para o Barcelona como visitante e joga pressão para o BotafogoTime da Premier League planeja a contratação de Dani Alves

O jogo

Fora de casa o River Plate partiu para cima do Melgar e através da bola área amassou o time peruano. Aos 11 minutos o gol argentino. Andrade ganhou da zaga e de cabeça deixou Alario em ótima condição para fuzilar dentro da pequena área, 1 a 0.

Melhor em campo, o segundo gol era questão de tempo e ele chegou aos 19 minutos. Tomás Andrade fez grande jogada pela direita, cortou para dentro e fuzilou. O goleiro Patrício Alvarez espalmou e no rebote Mayada mandou fez o dele, 2 a 0.

Quando parecia que o River só iria administrar o placar, o Melgar reagiu. Omar Fernández aproveitou cruzamento da direita e venceu Batalla, 2 a 1.

Apesar da possibilidade de reação, o Melgar não conseguiu impor uma pressão no time argentino e tinha dificuldades de passar pela marcação.

Segundo Tempo

Logo no começo da etapa final, o time de Marcelo Gallardo partiu para cima. Explorando os espaços na zaga do Melgar, Mayada tabelou com Lorrondo e bateu forte no canto direito, o goleiro peruano se esticou todo e mandou para escanteio.

Aos 14 minutos o Melgar chegou pela primeira vez com perigo. Arias roubou a bola de Mayada no meio de campo, puxou contra-ataque e tocou para Herrera. O camisa 9 avançou com a bola e chutou rente a trave de Batalla.

Dois minutos depois o Melgar empatou. Em levantamento da esquerda, Mayada bateu cabeça com Lollo e sobrou limpa para Herrera. O atacante encheu o pé e sacudiu a rede do River Plate, 2 a 2.

O gol de empate nocauteou o time argentino e encheu de ânimo o Melgar, que inflamou de vez a torcida na arquibancada e empurrava seus jogadores para o campo de ataque.

Preocupado com a impotência no sistema defensivo, Marcelo Gallardo promoveu a entrada de Pity Martínez no lugar de Andrade e logo no primeiro lance o River voltou à frente no marcador Pity tocou para Mayada, que jogou na cabeça de Fernández, 3 a 2.

Na reta final da partida, o Melgar deixou qualquer sistema tático para trás e buscou o campo de ataque a todo preço. O River aproveitava os espaços para tentar contra-atacar e quase definiu o confronto com Auzqui, mas quando ficou cara a acara com o goleiro chutou para fora.