SHARE
Foto: Ricardo Duarte/Internacional

Em bom momento no Campeonato Gaúcho, o Internacional dá uma pausa no estadual e foca na Copa do Brasil, quando encara o Boavista, no estádio Olímpico Regional, em Cascavel.

Leia Mais: Rodrigo Moledo já está no Brasil para fechar negócio com o Inter
Rogério Ceni segue no comando do Fortaleza até o fim de 2018?

Diante de um adversário pouco tradicional no futebol brasileiro, o técnico Odair Hellmann prega respeito e demonstrou na coletiva de imprensa que tem todas as informações necessárias sobre o rival.

“O Boavista não joga em bloco baixo. Ele faz marcação-pressão. Tirando alguns jogadores, precisamos ver quem entrará e se o sistema alterará, mas o Boavista não apresentou um time com uma baixa linha de marcação e que só atua no contra-ataque. Tendo que buscar a vitória, acredito que seguirá da mesma maneira. Ele tenta colocar a bola no chão e adiantou a marcação diante de Fluminense e Botafogo”, analisou.

Apesar da possibilidade de avançar com empate, o treinador garante que o Colorado vai entrar para vencer e sem jogar com o regulamento.

“Estou preparado para vencer. Só penso na parte positiva. Claro que futebol precisa de resultado, mas acho que, jogando melhor, você ganha mais do que perde. Sei da responsabilidade. É um jogo decisivo e só penso coisas boas”, completou.

Caso não tenha nenhuma mudança de última hora, o Inter vai a campo com a seguinte formação: Danilo Fernandes; Cláudio Winck, Klaus, Víctor Cuesta e Iago; Rodrigo Dourado, Edenílson, William Pottker, D’Alessandro e Camilo; Leandro Damião.