Foto: Reprodução/Marca

*Por Juliano Rangel

A 29ª edição do Sul-Americano Sub-20 começa na próxima quinta-feira (17) apresentando algumas promessas que prometem despontar nos gramados chilenos e – quem sabe? – seguir para os grandes clubes sul-americanos e da Europa.

Leia mais: Eles foram destaques em seus países e decepções na Europa; Confira lista

Amorebieta reforça o Cerro Porteño na temporada

O Futebol Latino preparou uma lista com alguns nomes que você deve ficar de olho:   

JULIÁN ÁLVAREZ (Argentina)

Com apenas de 18 anos, o atacante já tem em seu currículo a conquista da última edição da Copa Libertadores, com o River Plate. Assumindo a camisa 9 do clube, o jogador participou dos minutos finais da partida que deu o título aos Millonarios no Estádio Santiago Bernabéu, em Madrid, e também entrou no jogo contra o Kashima Antlers, pela Mundial de Clube, nos Emirados Árabes Unidos.

Com 13 anos, chegou a ir para Espanha para ser avaliado pelo Real Madrid e também esteve na mira do Barcelona, mas por conta da pouca idade para se obter o visto de trabalho teve que retornar para a Argentina. Chegou ao River Plate com 16 anos, onde se tornou um grande goleador nas divisões de base e assinou seu primeiro contrato, que vai até 2021, com multa rescisória de 15 milhões de euros.

RODRYGO GOES (Brasil)

Mais uma promessa dos “meninos da Vila”, Rodrygo já é uma realidade na equipe titular do Santos. Com apenas 16 anos foi promovido ao elenco principal do clube e fez sua estreia em uma partida do Campeonato Brasileiro de 2017.

Com 12 gols marcados com a camisa do peixe, o atacante já está vendido para o Real Madrid, pelo valor de 45 milhões de euros e tendo um contrato válido até 2025. Rodrygo irá se apresentar ao clube espanhol no próximo mês de julho.

MARCELO ALLENDE (Chile)

Camisa 10 e capitão da seleção chilena, o jogador de 19 anos já atua fora de seu país. Revelado pelo Deportes Santa Cruz, da segunda divisão do Chile, o jogador chegou a ser especulado no Arsenal.

Sem ver negócio ser fechado com os Gunners, o meio-campo foi vendido ao Necaxa, do México, em 2017. Pelas divisões de base da La Roja, o atleta já disputou o Mundial Sub-17.

YEISON TOLOSA (Colômbia)

Atacante de 19 anos, o jogador do Deportivo Cali que já despertou interesse do Barcelona, estreou no elenco profissional do clube colombiano em 2017. No mesmo ano, esteve na Catalunha para avaliado durante 15 dias nas divisões de base do Barcelona, depois de ser visto pelos olheiros do clube em solo colombiano.

ALEXANDER BOLAÑOS (Equador)

Com apenas 19 anos, o equatoriano foi revelado pelo Colo-Colo, onde já integra ao elenco profissional. O atacante é primo dos também jogadores Miller Bolaños, ex-Grêmio, e Álex Bolaños. Tem como destaque a potência física e a qualidade para vencer os duelos contra os defensores adversários.

MARCOS LÓPEZ (Peru)

Podendo atuar como lateral e extremo pela esquerda, o peruano de 19 anos foi revelado pelo San Martín de Porres, em 2016. No ano seguinte, foi negociado com o Sporting Cristal.

No último dia 4 de janeiro, foi vendido para o San Jose Earthquakes, que disputa a Major League Soccer (MLS). Já atuou pela seleção principal do Peru e compôs o elenco nos treinamentos para a Copa do Mundo de 2018.

NICOLÁS SCHIAPPACASSE (Uruguai)

Uma das grandes promessas para renovação da seleção uruguaia, o atacante de 20 anos foi revelado pelo River Plate. Vendido ao Atlético de Madrid, com apenas 15 anos e por 1,5 milhões de euros, o jogador permaneceu no Monumental até 2016.

Com a camisa dos Millonarios, disputou a Copa Libertadores de 2015 e 2016, e marcou seu primeiro com 15 anos em uma partida do Campeonato Argentino. Em 2016, seguiu para o Atlético de Madrid, onde atuou pela B. Neste ano, foi emprestado ao Rayo Majadahonda, da segunda divisão espanhola.

ENRIQUE PEÑA ZAUNER (Venezuela)

Nascido na cidade de Offenbach am Main, na Alemanha, e criado na base do Borussia Dortmund, o meia-atacante é um dos destaques da equipe alemã. Com o pai venezuelano e a mãe alemã, ele optou por atuar na seleção Vinotinto desde os 16 anos.