COMPARTILHAR
olimpia-pode-fazer-historia-caso-mantenha-invencibilidade-no-apertura-Futebol-Latino-03-05
Foto: Divulgação/Olimpia

Fora das competições continentais em 2018, a concentração do Olimpia está absolutamente voltada a ter um bom desempenho no Apertura e Clausura do Paraguai. Até aqui, esse papel tem sido desempenhado muito bem pelos comandados de Daniel Garnero.

Leia mais: Confirmado na primeira colocação, Palmeiras encara Alianza Lima
Tévez evita cumprimentar Teo Gutiérrez em jogo da Libertadores

São 14 rodadas com 11 vitórias, três empates e a liderança do torneio com nove pontos de dianteira para o Nacional.

Além de tudo isso, existe a real possibilidade de o Decano conseguir o que nenhuma equipe pode fazer desde que a competição é disputada no sistema de Apertura e Clausura como competições independentes: Levar o Apertura de forma invicta.

Nesse período, contabilizado desde 2008, o único a conseguir algo semelhante foi o arquirrival Cerro Porteño no ano de 2013 quando conseguiu faturar sem perder nenhum compromisso o Clausura.

O sistema de Apertura e Clausura foi institucionalizado no Paraguai desde 1996. Porém, desde essa época, eram disputados apenas 12 compromissos na parte inicial do torneio sendo que, atualmente, são 22 nas duas competições.

Restando oito rodadas para acabar o atual Apertura, o Olimpia ainda tem pela frente, nessa ordem, Guaraní (fora), Deportivo Santaní (casa), o clássico contra o Cerro Porteño (fora), 3 de Febrero (casa), Sol de América (fora), Liibertad (casa), Deportivo Capiatá (fora) e encerra em seus domínios contra o Nacional.

COMPARTILHAR
Formado em jornalismo no ano de 2012 pelo Centro Universitário FIAM, atuou em diversos segmentos da comunicação como editoras e sites de conteúdo esportivo. Foi editor e repórter do Universo dos Sports e hoje é, além de freelancer, editor do Futebol Latino e também colaborador do blog eMania.