COMPARTILHE
Foto: AFP

Em 2003 Ronaldinho Gaúcho arrebentava no PSG, da França e recebeu inúmeras ofertas para deixar Paris, entre elas, uma do Manchester United, que tinha uma verdadeira seleção e uma equipe consagrada no futebol europeu. Apesar de toda pompa do time de Old Trafford, o brasileiro optou pelo Barcelona e despertou a ira dos jogadores do clube inglês.

Leia Mais: Atacante uruguaio de 54 anos assina contrato com clube espanhol
Duas presenças constantes nas convocações do Peru estão sob risco

Em entrevista ao diário AS, da Espanha, Paul Scholes, uma das maiores lendas do Manchester United, contou que a escolha de R10 pelo time da Catalunha deixou seus companheiros nervosos e prometeram “quebrar” o brasileiro em amistoso de pré-temporada.

“Eu me lembro de que nesse ano parecia tudo certo entre ele e o United, mas escolheu por jogar no Barcelona. Poucas semanas depois do acerto, teríamos um jogo amistoso contra o Barça e combinamos de caçar o Ronaldinho dentro de campo, mas deixamos pra lá. Ele foi um jogador brilhante e ficaria muito feliz de ter jogado com ele no Manchester”, afirmou o jogador inglês.

Ronaldinho não foi para o United e brilhou com a camisa do Barcelona, onde atingiu o auge da sua carreira com jogadas plásticas e golaços que ficaram eternizados na mente do torcedor catalão.