penarol-se-posiciona-sobre-confrontos-de-torcidas-no-rio-de-janeiro-Futebol-Latino-09-04
Foto: AFP

Demorou, mas a equipe do Peñarol finalmente se manifestou com atitudes efetivas sobre os confrontos entre torcedores do Carbonero e do Flamengo na última semana em jogo onde o time charrua venceu por 1 a 0 em pleno estádio do Maracanã na terceira rodada da Copa Libertadores.

Leia mais: Técnico do Cerro Porteño promete atacar o Atlético-MG
Jonathan Cristaldo decide seu futuro no Racing

Segundo informações do jornal local Referí, o presidente do clube, Jorge Barrera, disse com todas as letras que apresentaria uma reclamação formal a Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) depois de já ter exposto diretamente suas considerações junto ao presidente da entidade, o paraguaio Alejandro Domínguez.

“Falei com Alejandro Domínguez e manifestei todas as falhas do sistema de segurança policial. Que todos os torcedores do Peñarol cumpriram estritamente com o ordenado, o disposto pela polícia, porque se eles haviam elaborado essa operação era pela tranquilidade que dava a todos, que iam limitar os riscos e que era o lugar mais seguro”, explicou o mandatário do Peñarol.

“Manifestei que a maior parte das pessoas do Peñarol cumpriram com o que foi exposto pela polícia sobre o ponto determinado pela mesma e ingressaram no segundo tempo. Que mantiveram mais de 900 torcedores absolutamente pacíficos, mulheres, menores de idade, gente que trabalha e fez um esforço importante para acompanhar o Peñarol e só pode acompanhar 45 minutos porque a polícia lhes passava que não era o momento de entrar. Se os torcedores do Peñarol cumprem o que dizem e não lhes é respeitado o direito de ver uma partida de futebol, nos parece que a polícia violou as próprias normas que colocou”, completou Barrera.

O presidente da equipe uruguaia também falou sobre a ideia de conversar o embaixador do Brasil em solo charrua, Antonio José Ferreira Simões:

“Queremos manifestar formalmente nosso descontentamento a situação que viveram os torcedores. Que nos dê uma explicação da falha do sistema de segurança policial e que nos diga qual foi a conclusão ou em que etapa está as opções administrativas e penais no que diz respeito aos dois policiais que viram como selvagemente era agredido um torcedor do Peñarol caído no chão sendo que a única coisa que fizeram foi contemplar os torcedores, descumprindo os mínimos deveres elementares de segurança em vias públicas.”