Peñarol-The-Strongest-Copa-Libertadores-Futebol-Latino-1-17-05
Foto: Marcelo Bonjour

Jogando no estádio Campeón del Siglo, em Montevidéu, o Peñarol fez valer o fator casa e cumpriu com sua parte ao vencer o The Strongest por 2 a 0 na última rodada do Grupo 3 da Copa Libertadores.

Leia mais: Time mexicano volta a demonstrar interesse em Robinho; Veja Mais
“O que existe de mais moderno”, afirma ex-Furacão sobre estilo de Fernando Diniz

A pressão do Peñarol pela necessidade de vitória foi logo inicial, mas faltou efetivamente finalizar os lances. Enquanto isso, os bolivianos conseguiam aos poucos resistir a pressão e até ameaçar com mais contundência a meta de Kevin Dawson com chutes perigosos.

No entanto, quem conseguiu abrir a conta foi o time Carbonero. Aos 19 minutos, Christian Palacios recebeu ótimo passe frente a frente com Vaca e bateu com qualidade para o fundo das redes, 1 a 0 para a festa da torcida no Campeón del Siglo.

O gol fez muito bem aos anfitriões que, mais tranquilos para a troca de passes, conseguiam com mais facilidade e constância envolver a defesa do The Strongest. Com isso, aos 34 minutos, Yhon Villegas cometeu pênalti ao dar um carrinho dentro da grande área em Fabián Estoyanoff.

Na cobrança, o experiente Cristian Rodríguez chutou forte, no meio do gol, e não deu qualquer possibilidade de defesa a Daniel Vaca.

Mesmo já tendo o placar que lhe interessava, o Peñarol seguiu buscando o ataque e, antes dos 15 minutos, já tinha chutado pelo menos três vezes para colocar os bolivianos em dificuldades e, principalmente, Daniel Vaca.

A única oportunidade onde o Tigre conseguia ter por mais tempo a posse de bola era nos erros de passe dos uruguaios. Situação essa que dava até certo ponto bastante tranquilidade a zaga Carbonera e, por sua vez, a Dawson.

O confronto ameaçou se complicar para os donos da casa quando, aos 20 minutos, Franco Martínez tomou o segundo cartão amarelo (consequentemente o vermelho) após o árbitro marcar um toque de mão do camisa 29.

Os espaços começaram a aparecer de maneira mais constante e motivaram o clube de La Paz a sair um pouco mais ao ataque. Porém, nada que efetivamente ameaçasse o placar já construído e que se manteve até o fim do confronto.

Com o resultado de 0 a 0 em Assunção entre Libertad e Atlético Tucumán, o Peñarol terá de se contentar com a vaga na Copa Sul-Americana.