Foto: Divulgação/Bayern de Munique

Durante a semana, o futebol sul-americano foi surpreendido com a notícia que a AFA (Associação de Futebol Argentina) foi atrás de Pep Guariola, atual comandante do Manchester City, para dirigir a seleção argentina, mas recuou após a pedida salarial.

Leia Mais: Independiente cutuca Flamengo em postagem nas redes sociais
Jogador também formado no Corinthians avalia ascensão de Pedrinho

Nesta sexta-feira, o treinador espanhol concedeu entrevista e explicou o seu lado da versão. Além disso, acredita que o próximo comandante da albiceleste precisa ser um argentino.

“A negociação não evoluiu porque eu não quero treinar a Argentina. Acho que um argentino precisa treinar a seleção”, afirmou.

Com Guardiola fora do páreo, a Argentina busca um novo treinador para comandar o projeto Copa América 2019 e Qatar 2022.