Foto: Divulgação

*Denis Santos

Peru e Equador duelaram pela última rodada do grupo A, da primeira fase do Sul-Americano Sub-17, em Lima, no estádio Universidad San Marcos. Os donos da casa precisavam apenas de um empate, mas em duas jogadas de bola parada eles aproveitaram as oportunidades e venceram com tranquilidade a já classificada seleção do Equador por 2 a 0.

Leia Mais: Antes do Athletico, Boca Juniors vence na Superliga Argentina
Sem sustos, Chile derrota a Bolívia e garante vaga no hexagonal do Sul-Americano

Com a vitória, o Peru terminou na liderança do grupo A e invicto na competição. Já os Equatorianos acabaram em terceiro.

A partida

O jogo começou com os equatorianos já garantidos no hexagonal final e os donos da casa precisando apenas de um empate para estar na próxima fase.

Com tanta dificuldade para criar e finalizar, só mesmo uma bola parada para movimentar o marcador. E foi o que aconteceu! Aos 10 minutos, o Peru conseguiu um pênalti a seu favor, que foi muito bem convertido por Oscar Pinto para delírio dos torcedores: 1 a 0 para seleção anfitriã.

Os equatorianos que mal conseguiam criar jogadas entraram em parafuso com o gol sofrido. E os peruanos aproveitaram esse momento de instabilidade para ampliar a vantagem. Aos 25 minutos, em falta pelo lado direito, Oscar Pinto levantou na área e Figueroa aproveitou para cabecear e marcar mais um: 2 a 0.

No segundo tempo, o Peru continuou controlando bem todas as ações. Mas os equatorianos resolveram ir à luta e usaram do trunfo dos anfitriões no primeiro tempo para assustá-los.

Em dois escanteios consecutivos, o primeiro em saída estabanada do goleiro peruano Sandi e o outro em que a bola passou por toda a pequena área, quase a seleção do Equador diminuiu.

Aos 16, nova chance em chute perigoso da entrada da área, que por pouco Acosta não marcou para os equatorianos.

O jogo se arrastou quase em ritmo de treino até o final, com os peruanos, mesmo sem criar nenhuma nova oportunidade, conseguindo administrar com tranquilidade a vantagem construída na primeira etapa e garantir a vitória e a liderança do grupo A.