Foto: Divulgação/Peru

O Peru é finalista da Copa América. Na noite desta quarta-feira, a seleção comandada por Ricardo Gareca bateu o Chile por 3 a 0 e agora encara o Brasil na grande decisão. A Roja disputa o terceiro lugar contra a Argentina, no sábado.

Leia Mais: Sem sucesso com Maradona, time chileno acerta com auxiliar do ídolo argentino
Frio intenso na Argentina leva River Plate a atitude nobre

O duelo

Quem esperava um Peru na defesa se enganou. De maneira surpreendente, a Bicolor envolveu o Chile e não dava espaços para o time de Reinaldo Rueda. O primeiro gol quase veio aos 3 minutos, mas Cueva desperdiçou uma chance inacreditável.

Sem sofrer incômodos na defesa, a seleção peruana se soltava cada vez mais e abriu o placar na bola aérea. No cruzamento da direita, a pelota não foi cortada e sobrou para Flores, que pegou de primeira e balançou a rede, 1 a 0.

Atordoado pelo golpe, a Roja não conseguia reagir e ainda levou o segundo. Após lançamento no campo de ataque, Arias saiu de maneira errada, Carrillo aproveitou a bobeira do goleiro e cruzou. Yotún dominou com o peito e bateu para o gol vazio, 2 a 0.

Na etapa final o Chile veio para o abafa. Nos primeiros minutos até assustou com Vargas. Após cobrança de falta, o atacante desviou de cabeça e carimbou a trave.

Exposta no campo defensivo, a Roja quase levou o terceiro. Em belo contra-ataque, Cueva deixou Yotun na cara do gol, mas o peruano chutou por cima.

Com o resultado garantido, a seleção peruana se fechou e apostou suas fichas em Gallese, que fez pelo menos três boas defesas e impediu a reação do rival.

Nos acréscimos o terceiro gol peruano. Paolo Guerrero recebeu um passe com açúcar, deixou Árias no chão e deu números finais ao confronto.

No último lance do confronto o Chile teve um pênalti a seu favor. Eduardo Vargas bateu de cavadinha e Gallese fez a defesa.