COMPARTILHE
Foto: Agência Uno

Representante da América do Sul na Copa das Confederações, o Chile faz a sua estreia no torneio contra Camarões neste domingo e o técnico Juan Antonio Pizzi concedeu entrevista coletiva para abordar diversos assuntos da La Roja.

Leia Mais: Relembre os jogos de estreia do México na Copa das ConfederaçõesPost Patrocinado: Dicas de Apostas Online – 8ª rodada do Campeonato Brasileiro

Apesar de toda a ansiedade pelo confronto, o comandante ainda não definiu a equipe que vai a campo, pois ainda espera Alexis Sánchez se recuperar das dores no tornozelo esquerdo. De acordo com Pizzi, o jogador irá realizar um teste nos vestiários para saber se tem ou não condições de ir a campo.

“Alexis teve um problema no tornozelo esquerdo e sente muitas dores. Mesmo com o receio de não poder contar com ele, prefiro ser otimista e torcer para que tudo ocorra bem. Ele vai fazer um teste no vestiário e vamos avaliar se vai ou não a campo”, expressou.

Em relação ao adversário, Pizzi assistiu o amistoso dos africanos contra a Colômbia na última quarta-feira e garante que a La Roja vai pressionar o rival para sair de campo com uma vitória.

“Assistimos a partida de Camarões contra a Colômbia e pudemos analisar os pontos fortes e fracos da equipe. Vamos entrar em campo para propor o jogo e encurralar o adversário na defesa para sair com a vitória”.

Por fim, o comandante falou sobre a ausência de Claudio Bravo e a entrada de Johnny Herrera, que terá a missão de substituir o goleiro e capitão chileno.

“Bravo não vai jogar por causa da lesão na panturrilha, mas estamos tranqüilos e confiantes que ele estará à disposição nos próximos jogos. Apesar da sua ausência, nós confiamos muito no Johnny Herrera e passou muita confiança aos defensores nos dois amistosos que disputou”, finalizou.