COMPARTILHAR
Foto: Huracán / Divulgação

*Por Juliano Rangel

A rivalidade Brasil x Argentina deve ganhar um novo capítulo neste ano, colocando de um lado, o Internacional, e do outro, o Huracán.

Leia mais: De olho na Recopa, Renato opta por não revelar escalação do Grêmio
Atlético Nacional perto de fechar com atacante do Sport

O motivo da disputa entre os dois clubes é o meia-atacante Martín Sarrafiore, que assinou um pré-contrato com o Colorado, em dezembro de 2017, enquanto atuava pelo sub-20 do Globo, na Copa Ipiranga, que foi disputada no Rio Grande do Sul.

Com o acordo firmado, o jogador de 20 anos deve ser apresentar ao Internacional no dia 1º de julho, mas, em entrevista ao jornal argentino Olé, neste sábado (10), o presidente do Huracán, Alejandro Nadur, disse que tentará mudar o desfecho desta história.

Segundo Nadur, além de tentar desfazer esse negócio o clube tomará medidas contra a Federação Gaúcha de Futebol (FGF) devido a supostas irregularidades no negócio feito com o Sarrafiore. “Temos alguns meses para tratar de reverter esta situação”, disse o mandatário o Globo.

Já o Internacional, por meio de seu assessor esportivo, Diego Cabrera, disse a rádio argentina Por Siempre Globo, que o clube aguarda Sarrafiore no dia 1º de julho. “Estamos esperando que venha quando terminar seu vinculo com Huracán, por hora não temos contato com ele. Temos tudo em ordem”, afirmou o dirigente Colorado.

Entenda o caso    

Após ser contrato no final de 2017, Sarrafiore informou ao Internacional o descontentamento do Huracán com relação a sua contratação. A Federação Gaúcha de Futebol (FGF) até chegou a marcar uma reunião com a direção colorada, que, na época, disse estar em conformidade com todos os procedimentos legais estipulados pela Fifa.

Além disso, quando anunciou a contrato do meia-atacante, o Colorado, em nota, disse que iria adotar todas as providências cabíveis para resguardar interesses e prerrogativas, tanto seus quanto de Sarrafiore.

Com o pré-contrato assinado, e tendo seu veículo com o Huracán até junho de 2018, o jogador só poderá se apresentar ao Internacional no dia 1º de julho. O Colorado até tentou sua liberação imediata, mas o clube argentino negou o pedido.

COMPARTILHAR
A redação do site pioneiro em informações detalhadas a respeito do futebol na América Latina trabalha sempre para unir qualidade e dinamismo a um conceito moderno de jornalismo esportivo.