Foto: Alexandre Lops/AI Inter

*Por Mônica Alvernaz

Hoje atacante com 28 anos, Caio Canedo Corrêa nasceu em Volta Redonda, no Rio de Janeiro, no dia 9 de agosto de 1990. Ainda na sua cidade, Caio iniciou sua trajetória no futebol, na base do Voltaço.

Leia mais: Gol número 10 mil do Estádio Azteca pode ser anotado neste sábado
Segundo imprensa chilena, Copa América será a última chance de Rueda no Chile

Antes mesmo de iniciar sua trajetória no profissional, ele passou também pelas bases de São Paulo e Botafogo, sendo este último o clube que ganhou destaque pela primeira vez.

No alvinegro carioca, Caio atuou em mais de 100 partidas e balançou as redes adversárias por 17 vezes. No período em que esteve no Botafogo, entre os anos de 2009 e 2012, o talismã alvinegro levantou ainda um título: o campeonato estadual em 2010.

Depois das três temporadas no Rio de Janeiro, Caio passou para o futebol catarinense, onde defendeu o Figueirense por ano. A breve passagem do atacante pelo Figueira foi marcada por 28 partidas, 9 gols e nenhuma conquista de título. Diferente do que ocorreu no seu clube seguinte, o Internacional.

Apesar de ter participado de poucas partidas pelo colorado, pouco mais de 40 jogos com apenas três gols marcados, Caio esteve no elenco campeão do Gauchão em 2013 e 2014. Pelo baixo desempenho na equipe gaúcha, ele acabou emprestado ao Vitória neste último ano, por onde jogou 19 vezes e deixou sua marca em cinco oportunidades.

A exemplo do que aconteceu nos dois últimos clubes, a passagem pelo Vitória também foi curta e o Inter, que na ocasião tinha o passe do atacante, o emprestou novamente. Desta vez, Caio saiu do Brasil para sua primeira experiência no futebol exterior. O destino foi o de muitos jogadores brasileiros: Emirados Árabes.

Em 2014, Caio chegou no Al Wasl, clube que defende até os dias atuais. Pela equipe árabe, o atacante já vestiu a camisa em mais de 100 oportunidades e demonstra um alto rendimento. Desde que chegou ao Al Wasl, Caio já balançou as redes adversárias quase 100 vezes, o que dá uma média próxima de um gol por partida.

Não à toa, Caio é o artilheiro da atual temporada da President’s Cup com quatro gols. Na competição, sua equipe acabou eliminada recentemente pelo Al-Ahli Dubai nas semifinais. Caso tivesse avançado, seria a oportunidade do atacante brasileiro conquistar o seu primeiro título em terras árabes.

Com a boa fase vivida no atual clube e contrato até 2022, dificilmente Caio retornará ao futebol brasileiro nos próximos anos. No entanto, com apenas 28 anos, resta a torcida dos torcedores daqui pelo retorno do atacante e boa atuação em sua terra natal, assim como tem no mundo árabe hoje.