Foto: Divulgação

*Por Mônica Alvernaz

Em 2004, o adolescente Ramires Santos do Nascimento, nascido em Barra do Piraí (RJ), começava a despontar para o futebol. Atuando nas divisões de base do Joinville, o jogador, hoje com 31 anos, deu os primeiros passos no esporte, que o deixaria conhecido mundialmente.

Leia mais: Técnico do Inter elogia Guerrero: “Jogador excepcional”
Independiente Santa Fe está prestes a demitir Guillermo Sanguinetti

Com destaque na base, Ramires chegou ao time profissional do Joinville em 2006. Por lá, a passagem foi breve, acumulando 14 partidas e 3 gols pela equipe principal. Mas a razão do curto período entre os profissionais do Joinville foi boa: Ramires despertou atenção do gigante Cruzeiro, que o contratou para a temporada seguinte.

Pela equipe mineira, o meia atuou por três temporadas e teve grande destaque. No total, foram 97 jogos com a camisa do Cruzeiro e 22 gols marcados neste período. Em Minas, Ramires participou da conquista de dois títulos, quando em 2008 e 2009 o Cruzeiro levantou o caneco de Campeão Estadual. Foi nesta época também que ele foi premiado como melhor segundo volante do campeonato brasileiro.

O bom desempenho de Ramires pela equipe mineira, despertou atenção do mercado internacional, o que fez com que o jogador embarcasse em sua primeira experiência no exterior. Na temporada de 2009-2010, o meia vestiu a camisa do Benfica em 42 ocasiões, tendo balançado as redes em 5 oportunidades. Assim como no Cruzeiro, Ramires levantou dois canecos em sua passagem pelo Benfica: o da Taça da Liga e da Liga Portuguesa.

Aquele ano, aliás, foi de grande aproveitamento para o meia. O bom desempenho de Ramires o colocou entre os nomes do elenco da Seleção Brasileira, que acabou com o título da Copa das Confederações em 2009.

No ano seguinte, começou a passagem de Ramires pelo Chelsea, seu grande destaque e atuação na Europa ao longo de sua trajetória. Foram quase seis temporadas defendendo as cores do clube inglês e uma coleção de conquistas: Liga Inglesa, FA Cup, Copa da Liga Inglesa, Europa League e Champions League.

Sua passagem marcante pelo futebol inglês se encerrou em 2006, quando Ramires acertou o Jiangsu Suning por quase 30 milhões de euros, clube que defende até hoje. Em 2018, ele não viveu bons momentos pelo clube chinês e rumores começaram a surgir sobre seu retorno ao Brasil. No meio do ano passado, ele chegou a ser afastado do clube, mas acabou retornando para defender o time B meses depois.

Ao que parece, a passagem de Ramires no outro lado do mundo está com os dias contados. Apesar disso, o meia precisará aguardar até outubro deste ano, quando a temporada chinesa se encerra, para buscar um novo destino. Vale lembrar que o vínculo do atleta junto ao Jiangsu Suning vai até dezembro de 2019.

Em meio à crise vivida no futebol chinês, o nome de Ramires esteve envolvido em rumores na imprensa italiana, que dava conta de uma possível transferência para a Inter de Milão ou Lazio. No Brasil, o nome do meia chegou a ser ventilado como possível reforço para o Palmeiras, mas nenhuma das negociações acabou concretizada.

No meio do ano passado, Ramires concedeu uma entrevista à FOX Sports que citou três possíveis clubes brasileiros pelos quais gostaria de atuar: além de Joinville e Cruzeiro, os primeiros de sua carreira, o meia citou o Flamengo, time pelo qual era torcedor durante a infância.

Para os amantes de futebol, fica a torcida para que Ramires reviva grandes dias em sua carreira e retorne, em breve, para atuar em algum clube brasileiro, contribuindo com sua experiência e talento pelas competições daqui.