Foto: Djalma Vassão/Gazeta Press

*Por Mônica Alvernaz

Na pequena cidade de Posse, em Goiás, no dia 8 de março de 1988, nasceu Elierce Barbosa de Souza. No futebol, ele ficou conhecido apenas pelo último sobrenome e começou a carreira na base do Atlético-GO, em 2006.

Leia mais: Com show de Messi, Argentina massacra a Nicarágua
Suárez brilha e Uruguai vence último compromisso antes da Copa América

Nos anos seguintes, Souza teve breve passagens por clubes da capital do país, como o Ceilândia, o Brasília, o Ceilandense e o Dom Pedro. Mas foi no Palmeiras, em 2009, que Souza começou a ganhar projeção no cenário nacional.

Pelo Verdão, ele atuou por pouco mais de uma temporada, período no qual ele vestiu a camisa do Palmeiras em quase 50 oportunidades. No ano seguinte, Souza foi emprestado para Ponte Preta, clube que jogou até o final de 2010, disputando 28 partidas e marcando quatro gols.

Em 2011 e 2012, o meia foi novamente emprestado, para dois clubes diferentes. No primeiro ano, Souza defendeu as cores do São Caetano: foram 49 partidas e 5 gols marcados pelo clube paulista. Na temporada seguinte, ele trocou São Paulo por Pernambuco, local no qual defendeu o Náutico em 53 oportunidades e balançou as redes adversárias em 14 chances.

Àquela altura, Souza seguia vinculado ao Palmeiras, detentor do seu passe até então, e acabou vestindo novamente a camisa alviverde em 2013. A nova passagem pelo Verdão, no entanto, foi breve: apenas 17 partidas e dois gols marcados.

Neste mesmo ano, o atleta teve seu passe vendido para o Cruzeiro, pelo qual Souza ficou em mais de uma temporada. No clube mineiro, o meia conseguiu diversas conquistas: em mais de 30 partidas jogadas e quatro gols marcados, Souza conquistou os títulos do campeonato estadual em 2013 e o Brasileirão nos dois anos em que esteve no clube.

Apesar das boas conquistas, Souza acabou emprestado novamente e teve como destino novamente um clube paulista. Desta vez, o meia foi vestir a camisa do Santos, por onde atuou por apenas alguns meses, vestindo a camisa do Peixe em 19 ocasiões.

Em 2015, Souza desembarcou no Nordeste para defender o Bahia. Ainda emprestado pelo time mineiro, o meia jogou em 50 partidas do clube baiano, marcou 10 vezes e faturou o campeonato estadual daquele ano.

Após muitas idas e vindas no futebol brasileiro, Souza acabou tendo sua primeira oportunidade no exterior. Em 2016, por empréstimo, ele embarcou para o outro lado do  mundo, onde foi defender o Cereso Osaka.

Em seu primeiro ano no clube japonês, o meia esteve em mais de 40 partidas e deixou por 10 vezes a sua marca. O bom desempenho por lá, despertou o interesse do Cereso Osaka em comprar o passe do jogador, que joga até hoje no futebol japonês.

Souza já acumula quase 150 partidas disputadas e 25 gols marcados pelo Cereso Osaka. Atualmente, o meia vive sua quarta temporada no clube japonês, no qual já conquistou dois títulos: a Copa J.League e a Copa do Imperador.

Vivendo um  bom momento no Cereso Osaka, Souza revelou, em entrevista recente, que recebeu propostas do futebol  brasileiro. Apesar de não ter revelado por quais clubes, o meia destacou a vontade de retornar ao país ainda este ano, apesar do empecilho de ainda ter contrato com o time japonês. Resta aguardar a próxima janela de transferência e saber se o desejo de Souza se concretizará ainda em 2019.