Foto: AFP

Se antes o futebol argentino era apontado como tendo grande influência nos bastidores da Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol), nem mesmo esse elemento foi capaz de manter o posto de representante junto a FIFA da entidade antes preenchido pelo presidente da Associação do Futebol Argentino (AFA), Claudio Tapia.

Leia mais: Análise: futebol boliviano profissional vive dias de caos absoluto
Árbitro pula alambrado de estádio para evitar linchamento

Depois do mandatário ter feito inúmeras críticas e enviado até mesmo cartas direcionadas a Conmebol questionando a arbitragem da Copa América, o conselho da entidade sul-americana divulgou nessa terça-feira (23) que Tapia foi removido de sua obrigação.

O comunicado ainda agregou que, além de convocar uma nova eleição para saber quem será o substituto de Tapia, convoca o próprio dirigente para dar explicações sobre as acusações que apresentou.

Confira, na íntegra, o comunicado do conselho da Conmebol:

“O Sr. Claudio Tapia enviou no último dia 3 de julho uma carta para ser considerada pelo Conselho da CONMEBOL. Em resposta a esse requerimento, foi convocada uma reunião extraordinária do Conselho, cujo único ponto de Ordem do Dia foi analisar os termos daquela carta e escutar o Sr. Tapia sobre suas “reflexões pessoais”.

As reflexões do Sr. Tapia questionam a Confederação Sul-Americana de Futebol, a Confederação Brasileira de Futebol, a Copa América e as diversas competições organizadas pela Conmebol por um conjunto de reclamações de diferente natureza.

Que o Senhor Tapia, quem exerce o cargo interino ante o Conselho da FIFA havendo sido nomeado pelo Conselho da CONMEBOL e cuja função é representar os interesses da CONMEBOL e das associações-membro que a formam.

Em consequência, diante da gravidade das expressões vertidas publicamente pelo Sr. Tapia, considerando a envergadura de seu cargo e logo de havê-lo escutado na presente reunião convocada pelo seu requerimento, no exercício das atribuições estatutarias, o Conselho da CONMEBOL resolveu:

1- RETIRAR com efeito imediato da confiança do Sr. Claudio Tapia para exercer a representação interina da CONMEBOL ante o Conselho da FIFA.

2- CONVOCAR a eleição do representante da CONMEBOL ante o Conselho da FIFA conforme os regulamentos aplicáveis.

3- ENCAMINHAR todos os antecedentes, inclusive a ata da presente reunião, a comissão de Ética para que o Senhor Claudio Tapia apresente os antecedentes em que baseia a carta da data 3 de julho de 2019.”