presidente-da-conmebol-volta-a-falar-sobre-copa-do-mundo-na-america-do-sul-Futebol-Latino-26-04
Foto: Claudio Reyes/AFP

*Por Mônica Alvernaz

Durante entrevista esta semana, Alejandro Domínguez falou a respeito da possibilidade de uma nova Copa do Mundo na América do Sul. Desta vez, com a união de quatro países latinos: Argentina, Uruguai, Paraguai e Chile.

Leia mais: Maradona cita campanha contra ele e ameaça deixar time mexicano
Por onde anda Caio, ex-Botafogo e Internacional

Logo de início, o presidente da Conmebol falou sobre a provável data que a definição irá acontecer. “Em relação à candidatura para Copa do Mundo, me adianto em dizer que isso se definirá em 2022”.

Na contramão da maioria das opiniões, Domínguez não acredita faltar muito tempo para esta definição. “Não está muito longe. Praticamente são três anos para a eleição e acredito no entusiasmo que demonstram e impulsionam os quatro governos”.

A edição, que marcará 100 anos do primeiro Mundial, ainda fez com que o presidente da Conmebol destacasse a importância do futebol Sul-Americano como “o coração e capital do futebol mundial”.

Por fim, o comandante máximo da Conmebol destacou o que acredita ser importante para que os países latinos sejam sede do Mundial. “É preciso ir construindo degrau por degrau, para então propor que isto retorne para cá”.