dirigente-ldu-mostra-sinceridade-momento-financeiro-clube-futebol-latino-23-10
Foto: Reprodução/Revista Estadio

Esteban Paz, o mandatário da LDU, demonstrou-se bastante incomodado quando o assunto de entrevista dada na última terça-feira (19) para a rádio equatoriana Área Deportiva recaiu sobre o centroavante José Luis Anangonó.

Leia mais: Sem piedade, Colón massacra o Deportivo Municipal fora de casa
Efetivo, Zulia derrota o Nacional Potosí e fica perto da vaga na Sul-Americana

“Nós advertimos José Luis sobre o tema, o jogador não o resolveu. Nós causou um dano importante, ele tinha que solucionar o tema. Há uma sanção exemplar para ele”, disse o presidente da Liga sem dar maiores detalhes sobre qual seria a pena aplicada.

Envolvido em problemas com a justiça equatoriana devido ao não pagamento de pensão alimentícia, o status do atleta de 29 anos de idade aparecia já como habilitado a viajar um dia antes do confronto contra o Flamengo na segunda rodada da Libertadores que ocorreu na última quarta-feira, 13 de março, no Rio de Janeiro.

Todavia, por questões de precaução e também já sinalizando que haveria uma punição ao avante, ele não veio para o Brasil com o restante da delegação e ainda viu, a distância, sua equipe perder por 3 a 1 no estádio do Maracanã.

Outro problema no elenco

Além da situação envolvendo Anangonó, o clube estuda uma medida para o caso do lateral-esquerdo Aníbal Chala que não aparece nas atividades do clube de Quito desde a semana passada.

Inicialmente, o atleta teria encontrado a possibilidade de deixar a LDU rumo ao futebol asiático, mais precisamente ao Sabah FC (Azerbaijão), tendo parte de seus direitos ainda ligados ao FC Dallas em negociação que começou a ser especulada no início do mês de março.

Contudo, a mídia azeri garantiu na última segunda-feira (18) que a negociação entre as partes não foi concluída devido ao não acerto de Chala em alguns termos com a Liga. Algo que o conduziria ao retorno as atividades com o clube Blanco que ainda não aconteceu.

Na mesma entrevista onde comentou sobre José Luis Anangonó, Esteban Paz também falou sobre o lateral de apenas 22 anos de idade. Tamanha é a insatisfação com o fato que, mesmo ainda pagando o acordo de 750 mil dólares (R$ 2,8 milhões) ao clube norte-americano por 70% dos direitos de Chala, abrir um processo contra o atleta.