Foto: Divulgação Peñarol

Após a derrota na estreia da Libertadores, o Peñarol volta a campo nesta quinta-feira diante do San José (Bolívia) e precisa de uma vitória a qualquer custo para evitar de se complicar no torneio continental.

Leia Mais: Esposa de jogador do River Plate dispara contra técnico da Colômbia na rede social
Ex-esposa de Sergio Jadue fala sobre propinas recebidas na Conmebol

Como se já não bastasse toda a pressão que o clube vive por não avançar ao mata-mata desde 2011, o presidente Jorge Barrera colocou uma pitada a mais de pressão em cima dos jogadores e exige um triunfo no Campeón Del Siglo.

“Tenho absoluta confiança nos jogadores e comissão técnica e acredito que vamos ganhar esse jogo dentro de casa”, afirmou.

“Para garantir uma vaga na próxima fase o time precisa ser perfeito dentro de casa e conquistar os nove pontos. Por tudo o que o Peñarol representa dentro do Uruguai e América do Sul, a nossa história exige um triunfo diante do San José”, completou.

Após encarar o San José em Montevidéu, o Peñarol terá uma sequência difícil pela frente ao encarar o Flamengo, no Maracanã e a LDU, dentro de casa.

Lembrando que, a última vez que o Peñarol disputou o mata-mata da Libertadores foi em 2011. Na edição, o time Carbonero foi vice-campeão ao perder do Santos na grande decisão.