SHARE
Reprodução: Dia a Dia

*Por Alex Dias

A pedido dos jogadores, a Asociación del Fútbol Argentino (AFA), praticamente assegurou que em março, a partida da Argentina diante do Chile poderá ocorrer no estádio La Bombonera.

Leia mais: Olimpia comemora 37 anos de sua primeira Libertadores e Mundial
Sem receber, jogadores ameaçam deixar Blooming

O presidente do River Plate, Rodolfo D’Onofrio não gostou da ideia  e afirmou que o Monumental de Nuñez  tem mais capacidade para receber o jogo.

“Eu gostaria que jogassem no Monumental. Eu vou conversar com o Armando Pérez (presidente da AFA) e dizer que o estádio estará a disposição. Se quiserem que venham muitos torcedores para ver o jogo o estádio com mais capacidade é esse”, afirmou.

Para o mandatário do River Plate, além do estádio contar com 62.500 lugares, o palco costuma atrair mais sorte para a Argentina do que o La Bombonera.

O último jogo da Argentina no estádio do Boca, ocorreu no dia 21 de novembro de 2012. No superclássico das Américas, após vencer o jogo por 2×1 no tempo normal, a seleção argentina foi derrotada pelo Brasil nos pênaltis.

Pelas eliminatórias, o La Bombonera não recebe um jogo da seleção desde 1997. O último aconteceu diante da Colômbia no empate de 1 a 1.

Faltando seis jogos, a Argentina está na quinta colocação das Eliminatórias da Copa com 19 pontos e encara o Chile que tem 20 e está na quarta posição na qual garante uma vaga direta para o Mundial de 2018.

SHARE
A redação do site pioneiro em informações detalhadas a respeito do futebol na América Latina trabalha sempre para unir qualidade e dinamismo a um conceito moderno de jornalismo esportivo.