COMPARTILHE
Foto: Getty Images - Marco Luzzani

*Por Rodrigo Sturaro

Vivendo um momento complicado nas Eliminatórias para a Copa de 2018, onde ocupa apenas a 6ª colocação, a Argentina terá dois compromissos complicados nos dias 10 e 15 de novembro, quando encara Brasil e Colômbia, respectivamente.

Leia mais: Maradona pede Tévez na seleção e defende jogador das criticas

Ex-treinador do River Plate quer retomar a carreira no futebol mexicano

A atual colocação na tabela de classificação deixaria os argentinos fora do Mundial, por isso o técnico Edgardo Bauza tem a noção exata de que duas vitórias seriam essenciais para uma maior tranquilidade no decorrer da competição.

“Necessitamos vencer para que tudo volte a normalidade, para que tudo fique bem. Teremos dois belíssimos confrontos, que serão difíceis pois tratam-se de dois rivais diretos por uma vaga no Mundial. Tomara que possamos jogar bem e conseguirmos dois resultados positivos”, afirmou Bauza, que demonstrou entusiasmo com o atual momento vivido por Lionel Messi no Barcelona.

“Me alegro que Messi esteja em um bom momento e espero que esse momento possa se estender à seleção argentina. Nas últimas partidas ele vem se movimentando com muita liberdade, nitidamente sem nenhum tipo de problema ou incômodo. Temos que armar uma forma da equipe ajudá-lo para que ele possa fazer boas partidas”, disse o treinador.

O comandante da alviceleste também falou sobre o nível de comprometimento do camisa 10 com a seleção, algo que foi muito questionado durante grande parte da carreira de Messi.

“Messe está muito comprometido com a seleção. Se tem alguém que quer ganhar algo com a Argentina é o Messi e treiná-lo é uma satisfação. Na realidade, dirigir a seleção é um orgulho e algo para qual me preparei durante toda a vida. Hoje trabalho diariamente para que tudo saia bem”, concluiu Bauza.