Foto: Atlético Nacional

*Por Juliano Rangel

Depois de ser punido como uma sanção imposta pela Comissão do Estatuto do Jogador do campeonato colombiano, que proíbe qualquer tipo de contratação para temporada de 2019, o Atlético Nacional recorreu ao Tribunal Arbitral do Esporte (TAS) e aguarda uma resposta para reverter à situação.

Leia mais: Trio do River Plate concorre ao prêmio de melhor jogador da América do Sul

Mauricio Victorino sonha com retorno ao Nacional

A medida tem gerado preocupação por parte da diretoria verdolaga, principalmente pelas competições que serão disputadas no início da temporada. Destaque para os duelos contra La Guaira ou Real Garcilaso, que serão válidos pela segunda fase da Copa Libertadores de 2019.

O grande problema em aguardar uma resposta TAS está no tempo em que o tribunal poderá levar para apresentar um posicionamento, o que pode retardar ainda mais as negociações. De acordo com a mídia colombiana, a previsão dos dirigentes do Atlético é de que a resposta seja dada no dia 15 de janeiro.

A equipe já teve as saídas confirmadas de Fernando Monetti, Gonzalo Castellani, Raúl Loaiza, Reinaldo Lenis, Gustavo Torres eDiego Braghieri. Enquanto isso, o técnico brasileiro Paulo Autuori assegurou que ficará no comando na equipe, que participará de um torneio amistoso com América de Cali, Santa Fe e Millonarios entre os dias 11 e 20 do mês janeiro.