SHARE
River-Plate-massacra-The-Strongest-Libertadores-Futebol-Latino-07-04
Foto: Divulgação/River Plate

O rebaixamento do Inter pode atrapalhar os planos do River Plate de renovar o contrato com D’Alessandro para 2017. Emprestado ao time argentino até dezembro, o ídolo terá que decidir entre defender o Colorado em uma possível Série B ou permanecer no Monumental de Núñez.

Leia Mais: Chile representará a América do Sul na China Cup 2017
Descubra como terminou a carreira dos finalistas do Mundial 1999

Dentro do clube, o técnico Marcelo Gallardo faz campanha pela permanência do atleta. Em entrevista ao Diário Olé, o comandante admite a preocupação de perder o meia.

“É claro que me preocupa essa incerteza sobre ele, mas não depende só da nossa vontade. É uma decisão pessoal e tenho convicção que ele fará a melhor escolha”.

O presidente do River, Rodolfo D’Onofrio também falou sobre o tema, mas sabe que não tem muito que fazer.

“Cada vez que me encontro com D’Alessandro peço para curtir o momento aqui dentro do River Plate. Nós fizemos um esforço muito grande para trazê-lo de volta. A sua permanência vai depender muito dele e do Internacional”.

Contratado pelo Internacional em 2008, D’Alessandro conquistou inúmeros títulos, entre eles, a Libertadores de 2010.

  • Charles Alves

    Que confusão hein Sr. Rafael. O Newton Drumond é o diretor executivo do Internacional e não o presidente do River. O Presidente do clube argentino é Rodolfo D’Onofrio. Fica a dica. Sou gremista e sugiro à nação colorada começara a acompanhar as contratações do Boa Esporte, da Luverdense…Ano que vem será por aí o nível da concorrência.