Foto: AFP

A tão conhecida guerra de egos na seleção chilena entre Claudio Bravo e os principais lideres do elenco explodiu de vez nesta semana. Se Gary Medel, atual capitão, foi o primeiro a comentar sobre o tema, agora foi a vez de Reinaldo Rueda falar sobre o tema.

Leia Mais: Após quase uma década, ex-Corinthians deve deixar o Oriente Médio
Marcelo Gallardo completa cinco anos como técnico do River Plate

Na coletiva de imprensa da última quarta-feira, o comandante explicou a sua visão sobre o assunto e admitiu que espera uma reconciliação entre as partes em breve.

“Desde o primeiro dia percebi que havia algo de errado. É óbvio que existe uma história mal resolvida, porém, a pessoa que criou todo esse conflito não é nenhum integrante da equipe”, disparou.

“Já conversei com os jogadores e expliquei que a rede social não pode destruir uma equipe como a nossa. A pessoa que causou a confusão estava chateada com uma derrota da seleção e usou a ferramenta para desabafar. É uma questão de conversar e aparar essas arestas”, completou.

Entenda o caso

Após a não classificação do Chile para a Copa do Mundo da Rússia, a esposa do goleiro Claudio Bravo utilizou as redes sociais para atacar os jogadores do Chile e isso causou um grande incômodo dentro do elenco, já que o arqueiro nunca mais foi convocado para integrar a Roja.