Foto: Montagem/Futebol Latino

*Por Juliano Rangel

Na última sexta-feira (12), o volante Adílson do Atlético Mineiro acabou anunciando o encerramento de sua carreira, aos 32 anos, após ter detectado uma cardiomiopatia hipertrófica – doença do músculo cardíaco que o impede de continuar exercendo a carreira de atleta profissional.

Leia mais: Joia de 18 anos do Vélez entra na mira do Manchester City

Gringos no Brasil: “Dios” Lugano e o Tricolor Paulista

O jogador entra para uma lista de atletas que tiveram que interromper suas respectivas carreiras até de forma prematura. O Futebol Latino relembra outros cinco casos de ex-jogadores de clubes sul-americanos que tiveram que deixar os gramados por contas de problemas cardíacos.

DONI

Resultado de imagem para doni
Foto: Getty Images

Revelado pelo Botafogo, de Ribeirão Preto, o ex-goleiro também teve passagens por Corinthians, Santos, Cruzeiro, Juventude, antes de seguir para o futebol europeu. No velho continente, Doni jogou na Roma de 2005 a 2011 e no Liverpool de 2011 a 2012. Nesse período, o ex-arqueiro ainda defendeu a seleção brasileira e foi campeão da Copa América de 2007.

No início de 2013, retornou ao Brasil para defender o Botafogo-SP, mas, devido aos problemas cardíacos, anunciou a aposentadoria, no dia 12 de agosto daquele ano.

CHRISTIAN MAYO

Resultado de imagem para CHRISTIAN MAYO
Foto: CA Boca Juniors

Natural de Camarões, Mayo chegou a base do Boca Juniors em 2016, mas dois anos depois e sem estrear pela equipe profissional, o volante teve que abandonar a carreira após ter detectado um problema cardíaco.

ÉVERTON COSTA

Resultado de imagem para everton costa
Foto: Globoesporte.com

Revelado pelo Galo Maringá e com passagens por Grêmio, Paulista, Fredrikstad (Noruega), Caxias, Internacional e Bahia, Coritiba e Santos, foi no Vasco, em 2014, que o ex-meio-campo teve detectado uma arritmia causado pelo miocardite durante uma partida contra o Resende, pela Copa do Brasil.

Em 11 de fevereiro de 2015, Jorge Machado, seu empresário, confirmou que o atleta não voltaria mais a jogar em razão do problema cardíaco.

MARCELO BRAVO

Imagem relacionada
Foto: 90min

Cria da base do Vélez Sarsfield, Bravo atuou como meio-campo e teve que se aposentar aos 21 anos depois de ter detectada uma hipertrofia cardiovascular. Com a camisa do El Fortín ele atuou em 50 partidas, fez parte do elenco campeão do Clausura de 2005 e também atuou pela seleção argentina Sub-20.

GONZALO GAMARRA

Resultado de imagem para GONZALO GAMARRA velez
Foto: Vélez Sarsfield

Outra jovem promessa do Vélez Sarsfield, Gamarra teve que abandonar o futebol antes mesmo de ter estreando pela equipe profissional do clube. Em meados de 2015, quando ainda atuava pela equipe reserva da equipe, teve que abandonar um treino.

Após diversos exames, o atleta de 18 anos foi diagnosticado com miocardiopatia hipertrófica, que ocasionava para o atleta um risco de sofrer uma morte súbita se ele continuasse atuando.