argentina-ou-brasil-paises-podem-repetir-duelo-local-na-recopa-Futebol-Latino-29-11
Foto: Divulgação/Conmebol

*Por Juliano Rangel

Na próxima quarta-feira (22), Athletico Paranaense e River Plate começam a decidir a 27ª edição da Recopa Sul-Americana, na Arena da Baixada. O torneio que tem o domínio brasileiro nos títulos (10 taças) teve sua primeira edição disputada em 1989.

Leia mais: Claudio Tapia comenta pré-lista da Argentina para Copa América: “Nos dá esperança”

Em clássico tenso, Universidad de Chile e Colo-Colo ficam no 1 a 1

Para deixar você já no clima da decisão, o Futebol Latino relembre todos os vencedores do torneio. Confira:

1989

A primeira edição do torneio apresentou de uma lado o Nacional, campeão da Libertadores de 1988, e o Racing, campeão da Supercopa de 1988. No primeiro duelo em Montevidéu, vitória do Nacional por 1 a 0. No jogo de volta, em Buenos Aires, empate em 0 a 0 e título para a equipe uruguaia.  Relembre os dois jogos:

1990

Atlético Nacional, campeão da Libertadores de 1989, e Boca Juniors, campeão da Supercopa de 1989, decidiram o campeonato em uma partida disputada na cidade de Maimi, nos Estados Unidos. Com a bola rolando, vitória da equipe Xeneize por 1 a 0. Confira os melhores momentos da partida:

1991

A terceira edição do torneio não precisou de bola rolando para conhecer o seu campeão. Como o Olimpia foi campeão da Copa Libertadores e a Supercopa, ambas em1990, a equipe foi automaticamente declarada campeã do torneio.

1992

Em mais um edição definida em jogo único, o título disputado no Japão entre Colo-Colo, campeão da Copa Libertadores de 1991, e Cruzeiro, campeão Supercopa de 1991, foi definido nas penalidades máximas. Nas cobranças, a equipe chilena saiu vencedora após garantir a vitória por 5 a 4. Confira os melhores momentos:

1993

Disputada pelo São Paulo, campeão da Libertadores de 1992, e o Cruzeiro, campeão da Supercopa de 1992, as duas equipes se enfrentaram em dois jogos realizados em São Paulo e Belo Horizonte. Com o empate em 0 a 0 em ambas as partidas, a decisão foi para os pênaltis e a equipe tricolor levou a melhor vencendo por 4 a 2. Relembre a conquista:

1994

Em mais uma decisão do torneio, o São Paulo, campeão da Libertadores e da Supercopa de 1993, enfrentou o Botafogo, campeão da Copa Conmebol de 1993, e conquistou o bicampeonato da competição. Em mais um jogo único disputado no Japão, o tricolor venceu por 3 a 1. Confira alguns lances do jogo:

1995

Em uma final argentina, o Independiente, campeão da Supercopa de 1994, enfrentou o Vélez Sarsfield, campeão da Libertadores de 1994, no Japão. Com a bola rolando, vitória da equipe de Avellaneda por 1 a 0. Reveja o jogo:

1996

Mais uma vez contando a participação do Independiente, campeão da Supercopa de 1995, que enfrentou o Grêmio, campeão da Libertadores de 1995,  a final foi disputada novamente no Japão. Desta vez, melhor para a equipe brasileira que garantiu o título após vencer por 4 a 1. Relembre a conquista do tricolor gaúcho:

1997

Outra decisão entre argentinos realizada no Japão, River Plate, campeão da Libertadores de 1996, e Vélez Sarsfield, campeão da Supercopa de 1996, duelaram pelo título. Com um empate em 1 a 1 no tempo normal, o Vélez sagrou-se campeão com a vitória nos pênaltis por 4 a 2. Reveja as cobranças de pênaltis:

1998

Decidido entre Cruzeiro, campeão da Libertadores de 1997, e o River Plate, campeão da Supercopa de 1997, o torneio retornou ao formato de dois jogos. Na primeira partida disputada em Belo Horizonte, vitória do Cruzeiro por 2 a 0. Já na segunda partida, mais um vitória da equipe mineira por 3 a 0 e título conquistado. Reveja os melhores momentos dos dois duelos:

1999 a 2002

O torneio não foi disputado por falta de datas disponíveis.

2003

Depois de um hiato sem disputas, o torneio retornou colocando frente a frente o Olimpia, campeão da Libertadores de 2002, e o San Lorenzo, campeão da Copa Sul-Americana de 2002. Em jogo único realizado na cidade de Los Angeles, nos Estados Unidos, a equipe faturou o título após vencer por 2 a 0. Relembre a conquista:

2004

Boca Juniors, campeão da Libertadores de 2003, e Cienciano, campeão da Copa Sul-Americana de 2003, disputaram outra final do torneio no Estados Unidos. Com a bola rolando, empate em 1 a 1 e, nas disputas de pênaltis, vitória da equipe peruana por 4 a 2. Confira os melhores momentos e as cobranças:

2005

Disputado entre Once Caldas, campeão da Libertadores de 2004, e Boca Juniors, campeão da Copa Sul-Americana de 2004, a final teve seu primeiro jogo realizado em Buenos Aires, que terminou a com vitória Xeneize por 3 a 1. No jogo de volta, em Manizales, vitória da equipe colombiana por 2 a 1, mas o título ficou com o Boca Juniors. Confira os melhores momentos dos dois jogos:

2006

São Paulo, campeão da Libertadores de 2005, e Boca Juniors, campeão da Copa Sul-Americana de 2005, se enfrentaram em dois jogos. Na ida na Bombonera, vitória do Boca por 2 a 1, e na volta, em São Paulo, empate em 2 a 2 que garantiu o bicampeonato Xeneize na competição. Relembre a conquista:

2007

Disputado entre o Internacional, campeão da Libertadores de 2006, e o Pachuca, campeão da Copa Sul-Americana de 2006, o primeiro jogo, na cidade de Pachuca, terminou com a vitória da equipe mexicana por 2 a 1. Na volta, vitória com goleada do colorado por 4 a 0 e título garantido. Reveja os melhores momentos:

2008

Em mais uma final argentina, Boca Juniors, campeão da Copa Libertadores de 2007, e o Arsenal de Sarandí, campeão da Sul-Americana de 2007, decidiram o título em dois jogos. Na primeira partida em Sarandí, vitória do Boca por 3 a 1. No jogo de volta, na Bombonera, empate em 2 a 2 que garantiu o título Xeneize. Relembre os dois jogos:

2009

LDU, campeã da Libertadores de 2008, e o Internacional, campeão da Copa Sul-Americana de 2008, decidiram o título. Com uma vitória por 1 a 0, em Porto Alegre, e outro triunfo por 3 a 0, em Quito, a equipe equatoriana ficou com a taça. Confira a conquista:

2010

Mais uma vez disputando o torneio, a LDU, campeão da Copa Sul-Americana de 2009, enfrentou o Estudiantes, campeão da Copa Libertadores de 2009. No primeiro jogo em Quito, vitória da equipe da casa por 2 a 1. Já na segunda partida, empate em 0 a 0 e bicampeonato para a LDU. Reveja os melhores momentos:

2011

Internacional, campeão da Libertadores de 2010, e o Independiente, campeão da Copa Sul-Americana de 2010, decidiram o título. Na primeira partida em Avelleneda, vitória da equipe da casa por 2 a 1, enquanto que no jogo do Beira-Rio, o Inter ficou com o título após vencer por 3 a 1. Confira os dois jogos:

2012

Decidindo o título, Santos, campeão da Libertadores de 2011, e Universidad de Chile, campeã da Copa Sul-Americana de 2011, fizeram dois jogos. Na primeira partida, em Santiago, empate em 0 a 0, e no Pacambu, vitória do Santos por 2 a 0. Relembre os melhores momentos:

2013

Em uma final brasileira, Corinthians, campeão da Libertadores de 2012, e São Paulo, campeão da Copa Sul-Americana de 2012, decidiram o título em dois jogos. No primeiro duelo, no Morumbi, vitória do Corinthians por 2 a 1. No segundo jogo, mas um triunfo do Timão por 2 a 0 e título garantido. Reveja os melhores momentos:

2014

Atlético Mineiro, campeão da Libertadores de 2013, e Lanús, campeão da Copa Sul-Americana de 2013, decidiram o título. No primeiro jogo, na Argentina, vitória do Galo por 1 a 0. Na volta, no Mineirão, vitória do Lanús, no tempo normal, por 3 a 2, mas o Atlético garantiu o título com dois gols na prorrogação. Relembre os dois jogos:

2015

Definido entre os argentinos San Lorenzo, campeão da Copa Libertadores de 2014, e River Plate, campeão da Copa Sul-Americana de 2014, a final foi realizada em dois jogos. Na ida, no Monumental de Nuñez, vitória do River Plate por 1 a 0. Mesmo placar do segundo jogo disputado no Nuevo Gasómetro. Reveja os melhores momentos:

2016

Em mais uma final, o River Plate, campeão da Copa Libertadores de 2015, enfrentou o Independiente Santa Fe, campeão da Copa Sul-Americana de 2015. Com a bola rolando, empate em 0 a 0 na Colômbia, e vitória do River por 2 a 1 no segundo jogo. Relembre os dois jogos da conquista:

2017

Disputada entre Atlético Nacional, campeão da Libertadores de 2016, e a Chapecoense, campeã da Copa Sul-Americana de 2016, a final foi disputada em dois jogos. No primeiro, em Chapecó, vitória da Chapecoense por 2 a 1. Na volta, vitória do Atlético Nacional por 4 a 1. Confira os melhores momentos:

2018

Na última edição do torneio, o Grêmio, campeão da Libertadores de 2017, e o Independiente, campeão da Copa Sul-Americana de 2017, decidiram o torneio em dois jogos. Em Avellaneda, empate em 1 a 1, enquanto que na Arena do Grêmio, novo empate em 1 a 1, e vitória do tricolor gaúcho nos pênaltis por 5 a 4. Reveja a conquista: