Foto: Divulgação

Quase um mês após a primeira partida na La Bombonera, River Plate e Boca Juniors decidem a Libertadores na tarde deste domingo no Santiago Bernabéu. Se o time Xeneize tenta o sétimo título continental, o Millonarios busca do tetracampeonato e marcar época no futebol da América.

Leia Mais: “Perito” em Oriente Médio, ex-Corinthians avalia decisão de Carille
Quatro anos para a final da Copa no Qatar: O que já se sabe sobre o próximo Mundial?

Caso o River derrote o Boca, este será o segundo título da equipe comandada por Marcelo Gallardo em cima do maior rival na temporada. Antes da Liberta, o Millo levou a Supercopa Argentina.

Em jogo válido pelo torneio nacional, a partida aconteceu em Mendoza e o River Plate entrou como azarão. O time do Monumental de Núñez atravessava um momento complicado e estava cercado de desconfiança. Do outro lado, o Boca Juniors nadava de braçadas na Superliga Argentina e a vitória era dada como certa.

Quando o árbitro deu início ao clássico tudo foi diferente. Na base da pressão, Scocco foi derrubado na grande área minutos aos 15 e o juiz deu pênalti. Na cobrança, Pity Martínez deslocou Rossi e colocou o River em vantagem.

O Boca até tentou pressionar e deu trabalho a Franco Armani. Seguro como sempre, o camisa 1 do Millonarios correspondeu quando foi exigido e manteve seu time a frente no marcador.

Na etapa final o golpe de misericórdia. Aos 25 minutos, Scocco aproveitou o cruzamento rasteiro e mandou para o fundo das redes.

Confira os melhores momentos: