SHARE
Foto: Divulgação Grêmio

Depois de três derrotas consecutivas no Brasileirão e ver a chance de título diminuir drasticamente, o Grêmio bateu o Fluminense neste domingo e manteve a terceira colocação na tabela. Na coletiva, o técnico Renato Gaúcho fez questão de exaltar seus jogadores e falou sobre os oito desfalques que teve para o duelo contra o rival carioca.

Leia Mais: Atletas do Sport exaltam atuação de Sidão no Morumbi
Jogadores do Vitória exaltam resultado heroico no Engenhão

“Para quem queria que o Grêmio jogasse com a mesma equipe sempre, a resposta está aí. O mais importante é que conquistamos mais uma vitória. Ganhamos mais três pontos. O objetivo é estar sempre lá em cima. Na pior das hipóteses, por uma vaga na Libertadores. A gente vem de muitos problemas de lesões. Não adianta ficar falando. São muitas. Meu grupo vai ter dois dias de folga. Quando voltar, a gente vê se tira em definitivo para voltar para o próximo jogo. Eu converso muito com eles, com DM, com fisioterapia. Procuro passar tranquilidade. São coisas que acontecem. O pior já passou. Agora é recuperar jogadores. O que tinha que acontecer aconteceu” afirma Renato

Chateado com os questionamentos que vem recebendo por poupar jogadores durante as rodadas do Brasileirão, o treinador mandou um recado aos críticos que falam sobre a queda de rendimento do Tricolor.

“Muitas vezes ouço as pessoas falarem que o Grêmio não vem jogando o futebol maravilhoso. Como, de que jeito? É impossível. Você perde 70% do time e quer que jogue da mesma forma? A gente faz o possível. Se não der para jogar bonito, a gente joga feio e ganha jogos. As pessoas não podem exigir o Grêmio de dois, três meses atrás. Com time completo, não tinha vendido ninguém. Não tinha ninguém no DM. O mais importante é que o Grêmio vem conseguindo os resultados. O tempo é precioso, porque vamos conseguir recuperar todo mundo que está no DM, para que possam voltar a jogar e nos ajudar no dia 25”, finalizou.