sem-ter-poupado-os-titulares-penarol-deve-repetir-equipe-contra-o-furacao-Futebol-Latino-06-08
Foto: Divulgação/Peñarol

Como não poderia ser diferente, Nacional e Peñarol comandaram o futebol uruguaio em 2018. Os dois gigantes não deram chances aos rivais e conquistaram os títulos em jogo.

Leia Mais: Athlético-PR brilha e fatura a Copa Sul-Americana
Presidente do Olimpia revela detalhes sobre a transferência de Rodrigo Rojas

Apertura

Embalado pelo inicio de trabalho de Alexander Medina, o Nacional teve uma campanha praticamente impecável. Em 15 rodadas, o Bolso conquistou 12 triunfos, empatou duas vezes e foi superado em uma oportunidade.

O desempenho não poderia ser outro e o título veio com 38 pontos, dois a mais que o rival Peñarol, que teve um empate a mais e teve que se contentar com o vice-campeonato.

Clausura

Eliminados da Libertadores, mas garantidos na Sul-Americana, o torneio continental dividiu o calendário dos gigantes. Porém, o Peñarol soube aproveitar a tabela e levou o título com certa naturalidade. O time carbonero somou 36 pontos, seis a mais que o rival e ficou com a taça.

Os dois voltaram a se encontrar para decidir o título da temporada. Em jogo único, o Peñarol venceu por 2 a 1 e sagrou-se o campeão uruguaio do ano.