Foto: Divulgação/Godoy Cruz

No fim de julho, o Godoy Cruz começa a disputar as oitavas de final da Libertadores da América e terá o Palmeiras, time de melhor campanha na fase de grupos, pela frente. Para derrotar Felipão e Cia, o time de Mendoza coloca suas fichas em Santiago ‘Morro’ García, que costuma balançar as redes rivais.

Leia Mais: Brasil faz último amistoso antes da Copa América contra Honduras
“Respeitamos, mas não temos medo”, disse técnico do Equador sobre Uruguai

Apesar de todo o prestígio que goza dentro do clube, o centroavante passou por um momento complicado na carreira e deixou de ajudar a sua equipe dentro de campo. Em conversa com mídia local, ele explicou que problemas extra-campo prejudicaram o seu desempenho.

“Não somos robôs. Não é todo dia que estamos felizes e isso reflete na hora de jogar. Quero voltar a minha melhor forma, ter a cabeça tranquila e ajudar o Godoy Cruz”, afirmou à Rádio Nihuil.

“Recebi o apoio de muita gente. São coisas que ninguém sabe o que passei e não uso como muletas para justificar o meu desempenho, mas influencia. Na questão do jogo não me senti bem, assumo a responsabilidade e espero me curar o mais rápido possível para dar a resposta que todos esperam”, completou.

Falta de gols

Em sua quarta temporada pelo Godoy Cruz, Santiago García já anotou 51 gols, sendo 17 deles em 2018. Na Superliga Argentina que encerrou nesse semestre, o artilheiro foi abaixo da expectativa e anotou apenas sete gols.