diretor-do-river-plate-diz-que-gallardo-deve-sair-do-clube-em-2017-Futebol-Latino-19-03
Foto: Alejandro Pagni/AFP

Punido pela Conmebol e impossibilitado de comandar o River Plate na final da Libertadores da América, o técnico Marcelo Gallardo já decidiu e não irá acompanhar a delegação Millonaria, na La Bombonera.

Leia Mais: Italianos especulam transação com Dybala no Bayern e James na Juventus
Lenda sul-americana dispara contra o futebol colombiano: “O nível é medíocre”

De acordo com o portal TyC Sports, Muñeco se concentra com os jogadores na sexta-feira, almoça, faz a preleção e depois fica nas instalações do clube para acompanhar o clássico à distância.

Na partida da volta, a tendência é que o esquema seja mantido e Gallardo não vá até o Monumental de Núñez, dia 24 de novembro.

Entenda o Caso

Suspenso do jogo da volta da semifinal contra o Grêmio, Marcelo Gallardo não cumpriu a ordem da Conmebol e foi até a casa gremista. Ao longo do jogo foi flagrado dando instrução e tentou entrar no vestiário no para dar instrução.

Depois de tanta polêmica, a Conmebol resolveu ampliar a suspensão para três jogos e aplicou uma multa de US$ 50 mil.