COMPARTILHAR
Emelec-Independiente-Santa-Fe-Copa-Libertadores-Futebol-Latino-23-05
Foto: Reprodução/Trome

Apesar de jogo entre Emelec e Independiente Santa Fe ter sido no estádio George Capwell, em Guayaquil, quem se deu muito bem foi o clube de Bogotá. Com uma goleada de 3 a 0, os comandados de Agustín Julio ficaram com o terceiro lugar da chave na Copa Libertadores e a classificação na próxima fase da Copa Sul-Americana.

Leia mais: Estudiantes recebe o Nacional em confronto direto do Grupo 6
Cerro Porteño marca nos acréscimos e derrota Monagas

Em relação a posse de bola, o domínio certamente foi amplo do Emelec até mesmo por precisar bastante do resultado positivo. Porém, quando esse controle se traduziu em chances de gol, Robinson Zapata foi fundamental ao fazer pelo menos três grandes defesas.

Se por sua vez o Bombillo não soube ser efetivo, em uma das raras oportunidades em que o Santa Fe esteve no plano ofensivo, a bola parada foi essencial para a apertura do marcador. Aos 41 minutos, a cobrança de escanteio espirrada na área encontrou o zagueiro Willian Tesillo que bateu forte, no canto direito de Esteban Dreer.

Se nos primeiros 45 minutos o Santa Fe demorou para conseguir converter suas poucas oportunidades, no segundo tempo ocorreu justamente ao contrário. Antes dos 10 primeiros minutos, Wilson Morelo e Jhon Pajoy marcaram mais duas vezes e abriram uma excelente vantagem para os visitantes em pleno George Capwell.

Com o 3 a 0 favorável, a partida entrou em um ritmo de relativo marasmo onde, mesmo insistindo em determinados momentos, o Emelec interrompeu seu volume de alta posse de bola. Enquanto isso, os colombianos trataram de administrar a vantagem até o encerramento do jogo.