SHARE
Foto: Aton

*Equipe Odds Shark

O Santiago Wanderers, pequeno clube de Valparaíso, não deu sopa para o azar e se impôs desde cedo sobre a forte Universidad de Chile. Desde o começo, os Porteños mostraram maior volume de jogo, mais iniciativa e mais técnica diante de um rival de camisa, mas sem nenhum espírito de decisão. Confira como foi a final e quanto o investidor colocou no bolso, segundo o Oddsshark.com.

Universidad de Chile 1, Wanderers 3

A Federação Chilena de Futebol escolheu a cidade de Concepción para abrigar a grande final da Copa Chile, que é disputada em partida única, em campo neutro.

Tecnicamente inferior, o Wanderers superou um dos gigantes de Santiago no preparo físico, na raça e na estratégia. Quem acompanhou a final ficou na dúvida de como a “La U” estava jogando. Com três no ataque? Ou com quatro? Quem organiza o meio de campo?

Do outro lado havia um Verdão que tinha ideias claras de como chegar à meta universitária. Os volantes foram decisivos no triunfo da representação de Valparaíso. Aos 34′ Enzo Gutiérrez aproveitou um rebote para fazer 1 a 0, numa falha do arqueiro Johnny Herrera.

O veterano David Pizarro é a arma secreta do treinador Guillermo Hoyos para o segundo período. O craque não consegue mais atuar os 90 minutos. Logo no início da segunda parte, porém o goleiro capitão falhou novamente ao bater roupa num chute de Luis García. Jean Paul-Pineda aproveitou para ampliar.

A partir de então, os Porteños se fecharam e começaram a jogar nos contragolpes. Gonzalo Jara fez falta em Luis Pavez dentro da área. Pênalti que Enzo Gutiérrez converteu.

Dois minutos depois, David Pizarro descontou para alimentar as esperanças Azuis. Sem nenhuma nova estratégia, apenas coração, a Universidad de Chile aceitou a derrota por 3 a 1.

Com o título, o pequeno Wanderers festeja seu desempenho na temporada 2017. Já a Universidad de Chile tenta ter sucesso no Torneo Transición, o Campeonato Chileno de 2017.

Quem acreditou na zebra ganhou R$ 3,75 / um, de acordo com o Oddsshark.com.

Outros prêmios interessantes pagos foram o R$ 30,30 / um do placar exato, o primeiro/segundo tempos com triunfos do Wanderers (R$ 5,86 / um), o outrights de R$ 2,38 / um e o Wanderers ou empate de R$ 1,67 / um. Números fornecidos pelo Oddsshark.com.

A campanha do Wanderers

Ao longo da campanha, o Wanderers eliminou o Cobresal (0 a 2 e 3 a 0), O’Higgins (2 a 0 e 2 a 0), Iberia (1 a 1, 1 a 1 e 4 a 3 nos pênaltis), Huachipato (1 a 1, 0 a 0 e 5 a 3 nos pênaltis) e Universidad de Chile (3 a 1). Quebrado o jejum de 56 anos sem subir no lugar mais alto do pódio da Copa Chile!

Quem é o Santiago Wanderers?

Fundado em 1892, o tradicional Wanderers se sagrou campeão chileno em quatro oportunidades e da Copa Chile em três. Os títulos ligueiros vieram em 1897, 1958, 1968 e 2001 e os copeiros em 1969, 1961 e 2017. Em duas oportunidades El Vagabundo ficou com a taça da segunda divisão: 1978 e 1995. Espera agora alcançar um voo bem alto na Taça Libertadores da América de 2018.

Apesar do nome, o Santiago Wanderers é uma agremiação de Valparaíso, município localizado a 115 quilômetros da capital. A cidade também abriga outras quatro instituições praticantes de futebol: Everton, San Luis, Unión La Calera e Unión San Felipe.

Libertadores 2018

Finalistas da Copa Chile 2017, ambos têm vagas garantidas na Taça Libertadores de 2018. O Wanderers por ter ficado com o título do torneio mata-mata. A Universidad de Chile se classificou pela conquista do Torneo Clausura de 2016/17.

As outras duas vagas do país saem da seguinte forma: uma para o campeão do Torneo Transición 2017 (o Colo Colo está na ponta) e outra para o duelo de vice-campeões do Torneo Clausura e Torneo de Transición.

Leia mais em Futebol Latino.

Final:

Sábado, 11 de novembro:

Universidad de Chile 1×3Wanderers (R$ 3,75)

Os campeões:

1958 – Colo Colo

1959 – Wanderers

1960 – Deportes La Serena

1961 – Wanderers

1962 – Luis Cruz

1963 – Não foi disputada

1964 – Não foi disputada

1965 – Não foi disputada

1966 – Não foi disputada

1967 – Não foi disputada

1968 – Não foi disputada

1969 – Não foi disputada

1970 – Não foi disputada

1971 – Não foi disputada

1972 – Não foi disputada

1973 – Não foi disputada

1974 – Colo Colo

1975 – Palestino

1976 – Não foi disputada

1977 – Palestino

1978 – Não foi disputada

1979 – Universidad de Chile

1980 – Deportes Iquique

1981 – Colo Colo

1982 – Colo Colo

1983 – Universidad Católica

1984 – Não foi disputada

1985 – Colo Colo

1986 – Cobreloa

1987 – Cobresal

1988 – Colo Colo

1989 – Colo Colo

1990 – Colo Colo

1991 – Universidad Católica

1992 – Unión Española

1993 – Unión Española

1994 – Colo Colo

1995 – Universidad Católica

1996 – Colo Colo

1997 – Não foi disputada

1998 – Universidad de Chile

1999 – Não foi disputada

2000 – Universidad de Chile

2001 – Não foi disputada

2002 – Não foi disputada

2003 – Não foi disputada

2004 – Não foi disputada

2005 – Não foi disputada

2006 – Não foi disputada

2007 – Não foi disputada

2008 – Universidad de Concepción

2009 – Unión San Felipe

2010 – Deportes Iquique

2011 – Universidad Católica

2012 – Não foi disputada

2012/13 – Universidad de Chile

2013/14 – Deportes Iquique

2014/15 – Universidad de Concepción

2015 – Universidad de Chile

2016 – Colo Colo

2017 – Wanderers