Foto: André Durão

*Por Juliano Rangel

O ciclo do técnico colombiano Reinaldo Rueda no comando da seleção chilena pode está perto do fim e o treinador recebeu um ultimato da Associação Nacional de Futebol Profissional (ANFP): se a equipe for eliminada na primeira fase da Copa América, ele deixa o cargo.

Leia mais: Chile derrota Peru e assume a liderança do Sul-Americano Sub-17

Argentina leva a melhor no clássico contra o Uruguai

É o que informa o site chileno El Deportivo, que destaca que essa decisão foi tomada na semana passada pela direção da ANFP, encabeçada por seu presidente Sebastián Moreno. O contrato de Rueda com a La Roja vai até o final da Copa do Mundo de 2022, no Catar, e caso seja demitido, o treinador de 61 anos receberia o valor de 2,6 milhões de dólares, referente à multa rescisória.   

Pagando um salário de 3,25 milhões de dólares por ano ao técnico colombiano, Sebastián Moreno prefere aguardar o final da competição continental. “Não vou falar de futurologia. A evolução se fará quando acabar o torneio. Temos boas expectativas para a Copa América”, relatou o presidente da ANFP.

Ainda de acordo com a publicação, Rueda vem buscando criar um trabalho desde a base, almejando bons resultados e um aumento do rendimento, além de estar conversando com diversos técnicos que atuam no futebol chileno.